CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022

TARAUACÁ: JÁ ESTÁ PRESO O ATIRADOR DO SWING CLUBE - COM ELE A POLÍCIA MILITAR APREENDEU ARMAS E DINHEIRO


Quem estava no Clube Swing no início da tarde deste domingo (27), viveu momentos de pânico, quando um homem entrou no ambiente armado de revolver no Swing Clube e efetuou vários disparos contra dois "desafetos". Depois saiu tranquilamente do local e foi pra sua residência. De acordo com testemunhas 
no momento dos disparos as vítimas se defendiam usando cadeiras. Feridos os dois foram encaminhadas ao Hospital. 

Acionados por populares, policiais militares que faziam ronda na cidade, estiveram no local, em seguida foram até a residência do suspeito que, ao avistar a polícia, trancou portas e janelas. Em seguida tentou fugir pelos fundos mas, foi de encontro aos 'homens da lei' que já haviam cercado a residência. O mesmo voltou pra dentro de casa. Policiais iniciaram então uma negociação, pedindo que o acusado se entregasse. Como se recusou, teve que ser preso pelo uso da força. Polícia entrou na residência, o imobilizou e algemou.

a busca pelo interior da residência foram encontradas três armas de fogo e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 31.986,00 ( trinta e um mil novecentos e oitenta e seis reais), além de outros objetos. Os celulares 'apreendidos serão encaminhados para perícia. 

Ao ser preso, R.N.S de 50 anos, confessou ser o autor dos disparos, porém, não relatou os motivos. O mesmo já respondeu por crimes cometidos com uso de arma de fogo. A polícia tem informações, ainda, de que  R.N.S é integrante de uma organização criminosa e que a investigação da polícia judiciária irá esclarecer tudo. 

O autor confesso do crime foi conduzido até a Delegacia de Polícia, juntamente com o material apreendido e tudo passa agora para a condução do delegado. Por fim, foram entregues ainda, os exames de corpo de delito do autor e das vítimas.

sábado, 26 de fevereiro de 2022

"As relações entre Ucrânia e Rússia são tensas há séculos." (LEANDRO KARNAL)


A Ucrânia é o mais vasto território de uma país inteiramente em solo europeu. Sim, a Federação Russa é muito maior, porém concentra seu território na Ásia. 

As relações entre Ucrânia e Rússia são tensas há séculos. 

Os czares tentaram impor controle político e cultural sobre os ucranianos. 

O governo soviético provocou uma fome terrível, o Holomodor, com milhões de mortos. Isso explica que os invasores nazistas tenham sido saudados como libertadores por uma parcela da população ucraniana. 

Muitas vezes, populações russas foram deslocadas para o território ucraniano. 

A existência de grupos russos (deslocados ou tradicionais) agravou velhos conflitos. O presidente Putin mantém uma prática antiga de conquistar estados vizinhos ou torná-los satélites de Moscou. 

Velha tradição de fazer um “cordão sanitário”. 

Esta é uma descrição breve do passado. 

Infelizmente, há vítimas no presente.

A imbecilidade humana me entristece.

Por Leandro Karnal (Professor e Filósofo)

DEPOIS DO SUSTO, ÁGUAS DO RIO TARAUACÁ COMEÇAM A BAIXAR

Comerciantes chegaram a retirar suas mercadorias (foto: Accioly)

Foi uma semana tensa. Depois de causar enormes prejuízos a moradores Jordão com uma enchente surpreendente (famoso repiquete), o Rio Tarauacá também transbordou aqui em Tarauacá e atingiu trinta por cento da cidade. 

A boa notícia é que depois de subir 2 metros (de 8,5m para 10,50m), as águas do nosso rio começam a baixar. 

De sexta pra esta manhã de sábado, já baixou cerca de 40cm, segundo informou o Sargento Monteiro do Corpo de Bombeiros e Coordenador da Defesa  Civil Municipal.

OS NÚMEROS DA ENCHENTE:

Cota de Alerta: 8,5m

Cota de Transbordamento: 9,5m

05 famílias desabrigadas;

29 pessoas foram removidas para o abrigo municipal;

2.000 famílias foram atingidas pela enchente;

8.000 pessoas atingidas pela enchente;

30% da cidade atingida pela enchente;

11 militares e 02 civis trabalharam diretamente;

01 abrigo: Escola Estadual Djalma Batista

Bairro afetados: 

Senador Pompeu;

Bairro das Flores;

Triângulo;

Parte do Centro;

Entorno da BR 364;

Fonte: 7º BEPCIF-TARAUACÁ


TARAUACÁ: ESCOLA ESTADUAL RURAL 'LÍDIA GUIOMARD SANTOS' PROMOVE FORMATURA DE ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO


A Secretaria Estadual de Educação do Acre promoveu na última quinta feira, 24 de fevereiro, a formatura dos estudantes do ensino fundamental e médio, da Escola Estadual Lídia Guiomar Santos, Anexo I, localizada na Comunidade do Socó, baixo Rio Tarauacá. Foram certificados 12 estudantes do nono ano do ensino fundamental e 12 do terceiro ano do ensino médio.


A solenidade de formatura foi comandada pelos professores da referida escola e contou com a presença da equipe do Núcleo da SEE composta pela Coordenadora Pedagógica Professora Gleice Sabóia, Assessor Pedagógico Professor Manoel da Silva, Coordenadora do Busca Ativa Professora Katiana Albuquerque e Coordenadora Geral Professora Janaina Furtado, além de familiares dos estudantes e pessoas da comunidade.


"Um dia histórico para nosso município, especialmente pra mim que sou originária do ensino rural e para a comunidade do Socó. Um momento para celebrarmos com fé e alegria. Todos nos sentimos vitoriosos com o sucesso de vocês. Em nome do Governo do Acre, agradecemos aos professores e demais servidores da escola, aos familiares e, especialmente, a vocês estudantes por nos proporcionarem esse momento de glória", disse Janaina em sua fala.

Vejas todas as fotos AQUI

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

TARAUACÁ: Nota de esclarecimento sobre o ato de paralisação da categoria da educação municipal

Em razão da noticiada paralisação da categoria da educação, para hoje (24/02/2022) e amanhã (25/02/2022), sob alegação do não aceite das propostas apresentadas pela SEME, informamos que:

- A Prefeitura de Tarauacá possui uma decisão liminar favorável, onde o Desembargador Laudivon Nogueira proíbe o Sindicato da Educação do Município de levar efeito greve dos serviços de educação, sob pena de multa de R$ 1.000,00 (mil reais) por dia;


- A noticiada paralisação somente foi formalizada a Prefeitura Municipal na data de hoje (24/02/2022) no período matutino, na data no seu início, contrariando o disposto no Parágrafo único do art. 3º da Lei nº 7.783/89;

- No ofício recebido, o sindicato motivou a paralisação em virtude das negociações realizadas em audiência de conciliação no processo judicial de Declaração de Ilegalidade de Greve;

- A municipalidade está cumprindo com os comandos legais, tendo já informado ao sindicato que acompanhará o reajuste salarial realizado no Piso Salarial do Professor, noticiado pelo Governo Federal e publicado no dia 04 de fevereiro de 2022, conforme Portaria nº 67/2022;

- Atendendo aos pleitos sindicais, a municipalidade já concedeu abono pecuniário a seus professores no ano de 2021, rateando as sobras da verba do FUNDEB;

- A municipalidade também já iniciou os procedimentos internos para possibilitar o pagamento de abono pecuniário à equipe de apoio e aumento no valor do ticket alimentação fornecido à equipe de apoio;

Nessa concepção, sem nunca ter obstado negociações junto a entidade sindical, por entender que não existe descumprimento legal passível de ensejar a mencionada paralisação, informamos que serão tomadas providências administrativas e jurídicas, tendo em vista evitar maiores prejuízos à comunidade escolar, que deve ser o bem maior a ser preservado.


Tarauacá/AC, 24 de fevereiro de 2022.



MARIA LUCICLEIA NERY DE LIMA
Secretária Municipal de Educação.

ACRE: GLÁDSON CAMELI LIDERA NOVA PESQUISA PARA GOVERNO - JORGE VIANA EM SEGUNDO E PETECÃO EM TERCEIRO


O Instituto Perfil, contratado pela Federação das Indústrias do Acre (Fieac), divulgou nesta quinta-feira, 24,
os números da pesquisa para a disputa que o governo do Acre em outubro próximo. No questionamento estimulado o governador Gladson Cameli (PP) lidera a pesquisa com 43,6% das intenções de vots, seguido pelo ex-senador Jorge Viana (PT) que tem 23,3%, O senador Sérgio Petecão (PSD) vem em terceiro com Petecão 9,7%. Mara Rocha aparece com 9,5%, Jenilson Leite 3,6%, David Hall 1,4% e Nilson Euclides com 0,5%. Brancos e nulos somaram 4,5% e os indecisos 3,9%.

A outra face

No quesito rejeição, item onde o entrevistado manifesta em que não votaria, Jorge Viana soma 23,9%, Sérgio Petecão vem em seguida com 20%, Gladson Cameli e terceiro com 10,3%. Na sequência, aparece Marcus Alexandre 9,4%, Mara Rocha 8,1%, Nilson Euclides 6,7%, David Hall 6,1% e Jenilson Leite o menos rejeitado com 4,7%. Não souberam responder somaram 11,1%.
Dados técnicos

O levantamento está registrado Tribunal Regional Eleitoral do Acre com identificação AC-04117/2022. As entrevistas foram nas cidades de Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Rio Branco, Sena Madureira, Tarauacá e Xapuri. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

Câmara alta

Na corrida para o senado, a deputada federal Jéssica Sales (MDB) aparece liderando com 22,7%, seguida pelo ex-senador Jorge Viana (PT) 19,8%. O também deputado federal Alan Rick (DEM) aparece com 16%. Já Mara Rocha vem em quarto com 11,4%, Márcia Bittar 8,9%, Mailza Gomes 4,9%, Vanda Milani 3,3% e Sanderson Moura 2,4%. Brancos e nulos somam 5,5% e indecisos 5,1%.

Mais informações NO PÁGINA NET

Deputados aprovam projeto que cria a Lei Paulo Gustavo de ajuda ao setor cultural Fonte: Agência Câmara de Notícias

José Guimarães, relator do projeto

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (24) o projeto do Senado conhecido como Lei Paulo Gustavo, que direciona R$ 3,86 bilhões do superávit financeiro do Fundo Nacional de Cultura (FNC) a estados e municípios para fomento de atividades e produtos culturais em razão dos efeitos econômicos e sociais da pandemia de Covid-19.

A proposta (Projeto de Lei Complementar 73/21) retornará ao Senado devido às mudanças feitas pela Câmara.

Foi aprovado em Plenário o texto do relator, deputado José Guimarães (PT-CE), elaborado a partir de acordo entre os parlamentares. O texto incluiu parcialmente emenda da deputada Bia Kicis (União-DF) prevendo que a Secretaria Especial de Cultura definirá as diretrizes no âmbito de um planejamento estratégico que leve em conta quais segmentos culturais serão considerados prioritários.

A execução descentralizada dos recursos repassados poderá ser feita até 31 de dezembro de 2022, mas, se houver algum impedimento em razão de ser ano eleitoral, o prazo será automaticamente prorrogado pelo mesmo período no qual não foi possível usar o dinheiro.

O texto aprovado também altera a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) e permite aos entes federados excluírem os recursos recebidos da meta de resultado primário. Os deputados rejeitaram um destaque apresentado pelo Novo que pretendia retirar esse ponto do projeto.

Homenagem
Se o projeto virar lei, deverá ser conhecido como Lei Paulo Gustavo, em homenagem ao ator que morreu de Covid-19 em maio de 2021, aos 42 anos.
Entre os trabalhos de Paulo Gustavo está a interpretação de Dona Hermínia, no monólogo teatral “Minha mãe é uma peça”, também adaptado para o cinema.

Paulo Gustavo, ator brasileiro que morreu vítima de Covid-19

Audiovisual

A maior parte da verba (R$ 2,797 bilhões), vinda da arrecadação da Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine), deverá ser aplicada no setor de audiovisual.

Desse montante, R$ 167,8 milhões serão distribuídos somente estre os estados e o Distrito Federal para apoio às micro e pequenas empresas do setor; para a distribuição e o licenciamento de produções audiovisuais nacionais a fim de exibi-las em TVs públicas; e aos serviços independentes de vídeo por demanda cujo catálogo de obras seja composto por pelo menos 70% de produções nacionais.

As produtoras devem ser empresas brasileiras independentes, e as distribuidoras devem ser controladas por 70% de capital em posse de brasileiros natos ou naturalizados há mais de 10 anos, vedadas aquelas vinculadas a concessionárias de radiodifusão.

Será permitido pagar inclusive despesas gerais e habituais vencidas ou a vencer até 31 de dezembro de 2022 e relacionadas a serviços recorrentes, transporte, manutenção, atividades artísticas e culturais, tributos e encargos trabalhistas e sociais.

“O texto é fruto de uma série de debates que amadureceram nos últimos dois anos para trazer inegável avanço à cultura e realização de princípios como a democratização da cultura”, afirmou o relator.

Estados e municípios

O restante do apoio para o audiovisual será dividido metade para os municípios e metade para os estados. Entre as cidades, 20% do total serão rateados segundo os índices do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e 80% proporcionalmente à população. Entre os estados, 20% pelos índices do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e 80% pela população. O Distrito Federal participa da distribuição junto aos estados e junto aos municípios.

No entanto, o projeto separa esse montante em três valores conforme o tipo de uso:

- R$ 1,957 bilhão para o apoio a produções audiovisuais, de forma exclusiva ou em complemento a outras formas de financiamento, inclusive aquelas com origem em recursos públicos ou financiamento estrangeiro;

- R$ 447,5 milhões para apoio a reformas, restauros, manutenção e funcionamento de salas de cinema públicas ou privadas, assim como cinemas de rua e itinerantes, incluindo o custo para adequação a protocolos sanitários relativos à pandemia de Covid-19; e

- R$ 224,7 milhões para capacitação, formação e qualificação, apoio a cineclubes e à realização de festivais e mostras, para a memória, a preservação e a digitalização de obras ou acervos, ou ainda para apoiar observatórios, publicações especializadas e pesquisas.

Condições

Na execução dos recursos, os governos deverão realizar ações emergenciais ou oferecer prêmios por meio de chamamentos públicos, editais e outras formas de seleção pública simplificadas.

O texto lista condições e permissões para o recebimento dos recursos pelos beneficiários. Assim, uma produção audiovisual apoiada pode receber recursos de mais de um ente da Federação se for previsto no edital. Poderão ser contempladas salas de cinema fora de rede ou de redes com até 25 salas, e as ações de capacitação devem gratuitas.

Contrapartidas

Ao receber o dinheiro, o beneficiário deverá pactuar com o gestor cultural contrapartida social, incluindo obrigatoriamente a realização de exibições gratuitas dos conteúdos selecionados, com acessibilidade de grupos com restrições e direcionamento à rede de ensino da localidade.

No caso das salas de cinema, haverá obrigação de exibir obras nacionais em um número de dias 10% superior ao estabelecido pelo regulamento da Medida Provisória 2.228-1/01. Para o grupo alvo, o regulamento estipula um mínimo que varia de 27 a 41 dias ao ano de exibição de filme nacional por sala.

Outras atividades culturais
Do total a ser liberado pelo Poder Executivo, outro R$ 1,065 bilhão será repartido igualmente entre estados (50%) e municípios (50%), com rateio pelos mesmos critérios (FPE ou FPM e população).

Sem especificar um valor para cada grupo, serão contempladas ações de:

– apoio ao desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária;

– apoio a cursos, produções ou manifestações culturais, inclusive que possam ser transmitidas pela internet ou redes sociais e outras plataformas digitais; ou

– desenvolvimento de espaços artísticos e culturais, microempreendedores individuais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social para enfrentamento da pandemia de Covid-19.

O texto define como espaços culturais todos aqueles organizados e mantidos por pessoas, organizações da sociedade civil, empresas culturais, organizações culturais comunitárias, cooperativas com finalidade cultural e instituições culturais, com ou sem fins lucrativos.

Para esses espaços, o repasse, a título de subsídio mensal, poderá custear despesas gerais e habituais, vencidas ou a vencer até 31 de dezembro de 2022, e relacionadas a serviços recorrentes, transporte, manutenção, atividades artísticas e culturais, tributos e encargos trabalhistas e sociais, além de outras despesas comprovadas.

De acordo com o projeto, os instrumentos de seleção deverão estar disponíveis em formatos acessíveis, como audiovisual e audiodescrição, e outros específicos para pessoas com deficiência, como braile, daisy e libras.

São listadas várias atividades passíveis de serem contempladas pelos editais, como artes visuais, música, teatro, dança, circo, livro, leitura e literatura, artesanato, Carnaval, escolas de samba, blocos e bandas carnavalescos e toda e qualquer outra manifestação cultural.

No caso dessas outras ações culturais, as contrapartidas gratuitas deverão ser na forma de atividades destinadas, prioritariamente, aos alunos e professores de escolas ou universidades públicas, assim como universidades privadas com estudantes do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Outro público prioritário são profissionais de saúde, preferencialmente aqueles envolvidos no combate à pandemia, e pessoas integrantes de grupos e coletivos culturais e de associações comunitárias. Esse público contará ainda com ingressos gratuitos em intervalos regulares em exibições públicas.

Todas as contrapartidas previstas no projeto deverão ocorrer em prazo determinado pelo respectivo ente da Federação, observadas a situação epidemiológica e as medidas de controle da Covid-19.

Parcela não requerida
O projeto concede prazo de 60 dias para estados, Distrito Federal e municípios apresentarem plano de ação após abertura de plataforma eletrônica federal referente ao repasse. O prazo é aplicável inclusive para municípios que queiram somar suas parcelas no âmbito de gestão consorciada na área de cultura.

Quando um determinado município ou consórcio não pedir a verba no prazo, o dinheiro deverá ser redistribuído pela União aos municípios que realizarem o pedido com os mesmos critérios de partilha estabelecidos na distribuição original. Os municípios que receberem os recursos deverão incluí-los em sua programação orçamentária em 180 dias, contados do repasse, sob pena de devolução aos respectivos estados.

No caso dos estados e do DF, o prazo será de 120 dias, sob pena de devolução à União.

Os estados deverão ainda estimular a desconcentração territorial das ações apoiadas, contemplando em especial as cidades que perderem o prazo de solicitação e os municípios que devolverem recursos aos fundos estaduais.




Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli
Fonte: Agência Câmara de Notícias

TARAUACÁ: ESCOLA ESTADUAL INDÍGENA ESTIRÃO DO CAUCHO INICIA ANO LETIVO - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PARA 350 ALUNOS


A Escola Estadual Indígena Estirão do Caucho localizada às margens do Rio Murú, que atende alunos das aldeias que compõem a TI que leva o mesmo nome, deu início às atividades do ano letivo escolar 2020/2021.


Para esse retorno, o Governo do Estado através do Núcleo da SEE em Tarauacá, mobilizou inicialmente os professores da comunidade para participarem um encontro pedagógico onde lhes foi apresentadas as novas orientações encaminhadas pela Secretaria Estadual de Educação. Aos estudantes e professores foram entregues fardamento escolar, kits pedagógicos, máscaras, álcool em gel, alimentos para merenda escolar, carteiras, material de limpeza e outras estruturas necessárias para o trabalho que se inicia.


A Coordenadora do Núcleo da SEE em Tarauacá, Professora Janaina Furtado, através da Coordenação Indígena tendo à frente o Professor Geison Daniel e toda Equipe Gestora da Escola, cuidaram para que tudo que fosse necessário chegasse até a aldeia para o início dos trabalhos.


"Cuidamos de tudo. Nosso Governo não mediu esforços para que as aulas iniciassem nessa comunidade indígena. Nossa Escola do Estirão do Caucho atende nada menos que 350 alunos indígenas, com uma equipe de mais de 20 professores, oferecendo ensino fundamental e médio. Somos gratos ao Nosso Coordenador Geison Daniel, Equipe do Núcleo, Cacique Antônio Kaxinawá e também ao Gestor da Escola Professor Raimundo Nonato. Desejamos a todos um bom ano letivo. Sabemos das dificuldades e desafios encontrados, mas, com fé em Deus iremos seguir juntos e vencer todos os desafios" declarou Janaina.


Assessoria/Nucleo/SEE/Tarauacá
Fotos: Coordenação Indígena

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

TARAUACÁ: FINAIS DO 'BASQUETE 3 x 3' NA QUADRA DA ESCOLA DJALMA BATISTA DE 26 A 28 DE FEVEREIRO

Acervo Pessoal

A Seletiva final do Basquete 3x3 acontece em Tarauacá de 26 a 28 de fevereiro, na quadra da Escola Estadual Djalma Batista, ação promovida pelas instituições ligadas à prática esportiva no Acre como Federação Acreana de Basquete (FEAB), Federação Acreana de Desporto Escolar (FADE), Secretaria Estadual de Educação do Governo do Acre (SEE). As equipes classificadas vão disputar competições em nível nacional e até internacional.  

O que é o basquete 3x3

Regras: O 3×3 possui regras que o diferencia do basquete tradicional. São três jogadores em quadra ao invés de cinco, o jogo é disputado apenas em uma metade de quadra e a primeira posse de bola é decidida no cara ou coroa. A pontuação também é diferente, cestas de dentro do perímetro valem um ponto e de fora, dois

Como o nome sugere, no 3x3 cada equipe é composta por três jogadores em quadra, mais um substituto. O jogo é disputado em uma área menor (15m x 11m) que funciona como metade da quadra padrão, com uma só cesta, mantendo as marcações originais.

Excitante, urbano e inovador, o 3x3 se inspirou em diversas formas de basquete de rua praticadas em todo mundo e é considerado o esporte urbano número 1 do planeta. O jogo consiste em dois times de quatro jogadores (3 titulares e 1 reserva), frente a frente, em meia quadra.

Com informações 
Blog do Kbym

TARAUACÁ: TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA REDE MUNICIPAL REJEITAM PROPOSTA DA PREFEITURA E DECIDEM NÃO INICIAR O ANO LETIVO 2022.


Na tarde desta quarta-feira 23, os trabalhadores em educação da rede municipal reunidos em assembleia geral extraordinária, decidiram rejeitar uma proposta da prefeitura e deflagrar dois dias de greve como forma de alerta. A contraposta do município era referente a data base da categoria do ano de 2022.

A decisão foi de forma unanime. Os dias de paralização de advertência são a quinta (24) e sexta feira (25). Será realizado um ato público na sexta feira (25) as 8h, em frente a secretaria municipal de educação.

O ano letivo da rede municipal estava previsto para iniciar nesta quinta feira, 24 de fevereiro, mas, a categoria resolveu não trabalhar e realizar protestos no município como forma de pressionar a prefeitura a enviar uma proposta melhor.

Prefeitura de Tarauacá pagará abono ao servidores de apoio da Educação


O prefeito em exercício, Raimundo Maranguape (PSD), encaminhou para Câmara de Vereadores de Tarauacá o projeto de lei que cria o pagamento do abono dos servidores de apoio. A matéria já tramitou hoje em caráter de urgência e foi aprovada pelos parlamentares.

O abono para os servidores de apoio foi anunciado ainda no mês de dezembro do ano passado pela prefeita Maria Lucinéia (PDT).

“Vamos pagar duas parcelas no valor de R$ 500, sendo fevereiro e março”, disse.

De acordo com a gestão municipal o abono será pago dia 25 de fevereiro.

Da Redação do Extra do Acre.

Em Jordão, enchente destruiu plantações de milho e de macaxeira

Agricultor de Jordão cava um pé de mandioca após a inundação que aterrou a plantação e casou enormes prejuízos.

Os ribeirinhos do município de Jordão tiveram perdas irreparáveis. A população vive , quase que em sua totalidade, do plantio da roça ( milho e mandioca), além de pequenas criações de subsistência, mas devido a enchente, que inundou 70% da cidade, o cultivo do milho e macaxeira foram destruídos ou soterrados. Isso casou prejuízos milionários aos moradores.

A foto é do sindicalista Jair Nobre.

Por Leandro Matthaus
Portal Tarauacá

RIO TARAUACÁ ENCHEU MAIS 10 CENTÍMETROS NA NOITE DE QUARTA FEIRA - ÁGUAS JA CHEGAM AO CENTRO COMERCIAL DO MUNICÍPIO

Rua João Pessoa - Foto: Rdo. Accioly

O Rio Tarauacá continuou enchendo na noite de quarta feira e já chegou aos 10,40m. As informações são da Defesa Civil Municipal, através da medição dessa manhã de quinta feira, na régua localizada na ponte do município. Os rios Tauary e Gregório que cruzam a Rodovia BR 364, sentido Cruzeiro do Sul, também estão cheios e desabrigam famílias naquela região. 

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros visitaram a região levando assistência às pessoas desabrigadas. 15 pessoas estão no abrigo municipal improvisado na Escola Estadual Djalma Batista.

COTA DE ALERTA: 8,5m
COTA DE TRANSBORDAMENTO: 9,5m
COTA MÁXIMA EM 19.02.2021: 11,15m
LEITURA ATUAL: 10,4m


Por Raimundo Accioly
Blog do Accioly

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Estado realiza escuta qualificada com povos indígenas de Tarauacá e Feijó

Na última semana, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Assistência Social, dos Direitos Humanos e Políticas para as Mulheres (SEASDHM), esteve presente nos municípios de Feijó e Tarauacá, realizando reuniões com lideranças e mulheres indígenas, com o objetivo de consultar os povos indígenas sobre futuras ações e projetos idealizados pelo Estado.

As primeiras reuniões foram realizadas com os povos Kaxinawá (Huni Kuin) e Shanenawa de Feijó, onde foi realizada uma escuta qualificada das reivindicações. Um dos principais temas abordados foi o fortalecimento da cadeia produtiva do artesanato, como forma de auxiliar economicamente os povos indígenas.

Ação reforça a importância de conhecer de perto cada povo indígena e entender suas particularidades e reivindicações. Foto: cedida

Essa fortificação é mais do que necessária, pois, durante o período pandêmico de covid-19, muitas famílias sofreram grandes perdas de renda e tiveram suas rotinas afetadas. O fluxo de idas à cidade ainda está restrito e o etnoturismo continua suspenso, ocasionando uma carência de boa parte da renda desses grupos.

A técnica de referência para assuntos indígenas da SEASDHM, Andreia Guedes, durante o seu trabalho em campo, pôde perceber as potencialidades de produção dos povos indígenas visitados. Ela conta que os Shanenawas e os Kaxinawás buscam expressar suas culturas com desenhos feitos em artesanatos produzidos com miçangas.

Já os Ashaninkas tem sua cadeia produtiva do artesanato voltada para a tecelagem dos algodões produzidos nas aldeias e a confecção de vestidos, denominados por eles de “kusma”. Os Madijás, também conhecidos como Kulinas, se voltam para a escultura de peças em troncos de árvores.

Técnicas da SEASDHM se mobilizam no interior, levando políticas públicas para todos. Foto: cedida

Encontros foram articulados, do mesmo modo, no município de Tarauacá, com representantes dos povos Yawanawás e Kaxinawás da região, onde reivindicações de apoio para suas atividades artesanais também foram discutidas, na busca de potencializar a confecção de biojoias, feitas com sementes, bambus e outros produtos que são encontrados no território.

Edna Yawanawá, professora indígena do município, julga como significativo o trabalho executado pelo Estado: “Essa é a primeira vez que somos consultados sobre a necessidade exclusiva de cada povo. Não podemos permanecer à margem da sociedade e esse encontro foi um passo em direção à mudança”.

Governo tem se mobilizado para assistir os indígenas após o período pandêmico, quando muitos projetos foram paralisados. Foto: cedida

Durante a ação realizada em Tarauacá foram repassadas 108 cestas básicas à Secretaria de Promoção Social do município, destinadas para famílias indígenas. Doações fazem parte do plano de contingência, que prevê atendimento aos povos indígenas vulneráveis em face da pandemia.

Atuação da SEASDHM cumpre a Convenção Nº 169, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), um tratado internacional vigente desde 1989, que estipula e defende os direitos dos povos indígenas e tribais nos estados em que vivem e as responsabilidades dos governos de protegê-los, buscando superar práticas discriminatórias que afetam os povos indígenas e assegurando que participem na tomada de decisões que impactam suas vidas.

Da Agência/Acre

RIO TARAUACÁ SUBIU MAIS 10 CENTIMETROS - PREFEITURA E CORPO DE BOMBEIROS REMOVEM AS PRIMEIRAS FAMILIAS PARA ABRIGO MUNICIPAL


O Rio Tarauacá subiu mais 10 centímetros na noite desta terça feira (22), chega a quase dois metros acima da cota de alerta e já desabriga as primeiras famílias. 15 pessoas foram removidas para o abrigo municipal improvisado na Escola Estadual Djalma Batista.

A informação é da Defesa Civil Municipal, que segundo o Sargento Monteiro a tendência é uma estabilidade nesta quarta feira (23). "Nossas equipes estão em alerta para qualquer eventualidade. Estamos monitorando o movimento das águas durante 24 horas e prontos para atender nossa população", declarou Monteiro, responsável pela Defesa Civil do Município.

O Bairro Triângulo e Praia, além de parte do centro, são as primeiras regiões da cidade a serem atingidas pela enchente.

NÚMEROS 

Cota de Alerta: 8,50m

Cota de Transbordo: 9,50m

Medida desta manhã às 6h: 10,25m

Encabeçadas por Léo de Brito, entidades se reúnem para pedir redução do ICMS na conta de energia


Por Gleydison Meirelles
Do Site Notíciuas da Hora

Com proposta do deputado Federal Léo de Brito (PT), entidades representativas se reuniram na manhã desta terça-feira, 22, em coletiva de imprensa para falar sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) protocolado junto ao Tribunal de Justiça do Acre pedindo a redução de ICMS que incide sobre a conta de energia.

A proposta é embasada do Supremo Tribunal Federal (STF) de dezembro de 2021 que versa sobre a seletividade da cobrança do ICMS, ou seja, permite a diferenciação no percentual de cobrança do imposto.

"Essa decisão do STF abriu precedente para que os estados deixem de cobrar o ICMS de forma linear e passe a fazer uma cobrança seletiva. Isso quer dizer que os estados podem cobrar uma alíquota diferente para bens de consumo com produtos que não são bens de consumo, compor exemplo: óias, armas, barcos, e outros", explicou Léo de Brito.

A proposta da ADI é que a alíquota do ICMS saia de 25% para 17% na tributação da energia elétrica. Um estudo aprofundado foi realizado e compõem o pedido da ADI.

"Após a decisão do STF temos uma fundamentação jurídica jurídica forte para que o TJ possa decidir favorável. Temos cálculos e um estudo aprofundado técnico e jurídico e esperamos que seja uma decisão favorável, pois essa é uma pauta que impacta diretamente na vida da população", enfatizou o parlamentar

Além do deputado Léo de Brito, participaram da reunião representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Acre (Fetacre), Partido dos Trabalhadores, Sindicato dos Urbanitários.

ADIN derruba a alíquota de 25% para 17%*

Exemplo do impacto da redução de 25 para 17% na conta de luz:

Conta no valor de R$ 472,31

Valor sobre o qual incide o ICMS: R$ 453,16 (é descontado o PIS e o Cofins)

Valor do ICMS com alíquota 25% - R$ 113,29

Valor do ICMS com alíquota de 17% - R$ 77,03

Economia de R$ 36,26

Diferença: 7,7% sobre o valor global (472,31)

A conta cai para R$ 436,05

Seplag convoca 215 servidores que não atualizaram dados por falta de vacina

Quem não realizar o cadastramento terá salário bloqueado


Por Cezar Negreiros
Jornal A Tribuna

Acre conta com aproximadamente 51.125 servidores públicos, mas 33.010 estão na ativa, que corresponde por 64,57% do quadro, enquanto 13.881 servidores que responde por 27,15% dos inativos e 4.234 servidores que corresponde pelo 8,28% dos pensionistas. A lista divulgada nos jornais e sites conta com 215 servidores que não atualizaram os dados cadastrais, sendo que 90% deles fazem parte da pasta da Saúde. O diretor de Gestão de Pessoas Guilherme Duarte, da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag), informou que todos os servidores devem realizar a atualização cadastral no mês de seu aniversário.

Caso não realize no prazo estipulado, eles precisam procurar a repartição pública que estão lotados até no máximo dia 15 do mês subsequente para prestar as devidas informações para evitar o bloqueio dos seus vencimentos salarais no fim do mês. “Os ex-aniversariantes do mês passado (janeiro) tinham até o dia 15 desse mês para prestar esclarecimentos”, revelou.

Esclareceu que o servidor que não realizou a atualização cadastral e não apresentar o comprovante de vacinação atualizado, ou apresentação de atestado médico, referente à covid-19, sem justificativa, terá suspenso o pagamento dos seus vencimentos, sem prejuízo de outras medidas cabíveis. O descumprimento do artigo 9º, do Decreto nº 10.904/12/2021, segundo ele, poderá ensejar na instauração de um processo administrativo disciplinar para apuração de responsabilidade. §1º O pagamento será restabelecido após a regularização do descrito no caput deste artigo, respeitando o calendário de folha de pagamento do Estado do Acre.”Para evitar transtornos divulgamos uma relação com os nomes do servidores que não fizeram a atualização cadastral”, ponderou.

Recomendação

Após o preenchimento do formulário online disponibilizada na plataforma atualizacaocadastral.ac.gov.br, o servidor nascido no mês de janeiro deve anexar a cópia do comprovante de vacinação (atualizado), conforme recomendação do Decreto nº 4.852/2019. A legislação em vigor exige o comprovante de vacinação contra a covid-19, para efetivação da regularização cadastral dos servidores ativos do Estado. Quem não apresentar o comprovante de vacinação atualizado, nem apresentar atestado médico justificando o motivo da não vacinação, terá suspenso o pagamento dos seus vencimentos, inclusive responder processo administrativo disciplinar para apuração de responsabilidade. O pagamento dos proventos somente será restabelecido após a regularização, mas sempre respeitando o calendário de folha de pagamento do mês subsequente do governo do Estado.

Senadora Mailza pede auxílio ao Governo Federal para o Jordão, atingido pela cheia dos rios

Mailza solicitou ao Ministério do Desenvolvimento Regional apoio ao Jordão com a máxima brevidade que o caso exige.

A senadora Mailza (Progressistas-AC) enviou nesta terça-feira, 22, um ofício ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, solicitando recursos e apoio ao município do Jordão, atingido pelas fortes chuvas e cheia dos rios nos últimos dias.

O prefeito Naudo Ribeiro decretou estado de emergência, uma vez que a previsão é de mais chuvas para os próximos dias.

“Conversei com o prefeito Naldo por telefone, ele me passou toda a situação e diante do momento extremo que o município se encontra, solicitei ao ministro Marinho que acione a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para que preste apoio ao estado do Acre e ajuda as famílias do Jordão com a máxima brevidade que o caso exige. Neste momento de alerta, estamos unidos para proteger nossos irmãos desse município tão querido ”, argumentou a senadora.



Mailza destacou ainda que tem se empenhado para prestar socorro e apoio e junto com o governador Gladson Cameli para que a ajuda necessária chegue a cada uma e cada um que precisa.

Alagação no Jordão

Cerca de 60% da cidade de Jordão ficou inundada, devido as enchentes dos rios Tarauacá e Jordão que subiram de forma repentina no final de semana. Cerca de 76 famílias desabrigadas, o equivalente a 340 pessoas atingidas, segundo a Defesa Civil Estadual do Acre e os moradores precisaram ser levados para casas de parentes e pontos de abrigo.

Nesta terça-feira, o rio Tarauacá, que corta a cidade – primeira do Acre a sofrer com a alagação em 2022 - baixou mais de 4 metros nas últimas 24 horas. O manancial chegou a medir 8,75 metros. A prefeitura começou os trabalhos de limpeza e as famílias começaram a voltar para suas casas.

(ASSESSORIA)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Edvaldo Magalhães defende ação urgente para socorrer Jordão e propõe emendas para auxílio alimentar emergencial

Foto: Sérgio Vale

Assessoria

Preocupado com a situação das famílias de Jordão, município assolado pela enchente repentina dos rios Jordão e Tarauacá no último domingo (20), o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) propôs uma ação concreta da Assembleia Legislativa do Acre. O parlamentar sugeriu que os objetos de emendas destinadas no Orçamento deste ano possam ser alterados para atender Jordão, com a compra de cestas básicas e materiais de limpeza, por exemplo.

“A maioria absoluta dos comércios foram tomados pelas águas. Prejuízo enorme pra o comércio. As famílias perderam praticamente tudo ou tiveram seus pertences avariados pelas águas. Circula um vídeo em que os comerciantes vão descartando aqueles alimentos avariados pela enchente e crianças disputam em meio à lama. Uma cena triste. Essa é a situação de Jordão. Nós precisamos ter o governo agindo com celeridade porque quem sofre com esse tipo de desastre o primeiro problema que surge é a fome”, desabafou o parlamentar.

Na agricultura, Edvaldo Magalhães disse também que os estragos foram incalculáveis. Os roçados para subsistência das famílias ribeirinhas foram tomados pelas águas. A safra foi comprometida. “Os seus produtos foram destruídos, a sua produção. Em conversa com o deputado Jenilson, em conversa com o deputado Wagner Felipe, tratávamos acerca do que podemos fazer como Poder para amenizar o sofrimento das pessoas. Quero publicamente agradecer ao presidente Nicolau e refazer o apelo. De termos um momento nesta sessão para conversarmos com a Secretaria de Planejamento e da Fazenda porque é uma situação de emergência. Eu destinei emendas para o Jordão, mas com outro objeto. Eu quero mudar esse objeto. Neste momento quero atender quem está com fome, para adquirir cestas bascas, kits de limpeza. Nós precisamos estender a nossa solidariedade de forma mais concreta. As águas invadiram a cidade e pegaram a população de surpresa. Os produtores levarão mais um ano para refazer o seu plantio. É preciso de solidariedade e ação concreta. O sentimento é muito importante, mas a ação concreta é necessária”, reiterou.

Por fim, Edvaldo disse que se preciso votar uma nova alteração na Lei Orçamentária, que seja votada ainda hoje. “Faço um apelo pra que tenhamos uma ação desburocratizada. Que votemos de imediato, para que os efeitos possam chegar às pessoas”.

Atendendo ao pedido de Edvaldo Magalhães, o presidente da Aleac, deputado Nicolau Júnior, afirmou que o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Ricardo Brandão, estará na plataforma digital da Aleac às 11h30 de hoje para conversar com os deputados que queiram realocar emendas para o Jordão.

TARAUACÁ: BOLETIM DA DEFESA CIVIL - MANHÃ DE TERÇA FEIRA (22)

*COORDENADORIA MUNICIPAL DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL*
*COMPDEC*
_INFORMATIVO HÍDRICO DO MUNICÍPIO DE TARAUACÁ_
*LEGENDA*
Pluviometria últimas 24 hs (mm)
Rio hoje (m)
Rio Ontem (m)
*DATA: 22/02/2022*
06:00 *_09,95_* 20 cm
09:00
12:00
15:00
18:00
20,4 mm
09, 75m
Cota de Alerta - *8,50 m*
Cota de Transbordamento- *9,50 m*
Cota Máxima 19/02/2021- *11,15 m*
*Fonte: Leitura Visual in loco da régua linimétrica e do Pluviômetro*