CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Hospital do Amor abre seleção para contratação de profissionais em Rio Branco

O Hospital do Amor abriu processo de seleção curricular para a contratação de profissionais que deverão trabalhar na instituição. O período de inscrição é de 30 de janeiro a 04 de fevereiro de 2019, em Rio Branco. Os interessados deverão se inscrever enviando currículo para o e-mail da unidade (curriculo.riobranco@hcancerbarretos.com.br).

O processo de seleção será composto por três etapas de caráter eliminatório sendo avaliação curricular, avaliação de conhecimentos e entrevista profissional. As vagas estão disponíveis para os cargos de enfermeiro, técnico de enfermagem, técnico em radiologia e auxiliar administrativo.

Segundo o diretor do hospital, João Paulo Silva, a princípio serão realizados atendimentos de rastreamento e prevenção, direcionado ao público feminino, no combate ao câncer de mama e colo de útero. Os serviços na unidade de saúde devem começar a partir do mês de março.

“A estrutura macro está toda pronta, restando apenas pequenos ajustes. Já demos início ao processo seletivo e se tudo ocorrer conforme o previsto, os atendimentos devem começar no mês de março’, frisou.

O Hospital do Amor traz a assinatura de uma referência nacional no tratamento contra o câncer: o Hospital de Barretos. No Acre, o Estado cedeu o terreno onde foi construída a unidade de saúde, nas proximidades da Rodoviária Internacional de Rio Branco.

De acordo com a presidente em exercício da Câmara de Rio Branco, vereadora Lene Petecão (PSD), que visitou o Hospital na quarta-feira, 30, juntamente com o prefeito em exercício, o vereador Antonio Morais (PT), a unidade será essencial na prevenção e cura do câncer, pois possibilitará o diagnóstico precoce da doença.
Hospital do Amor no Acre/Foto: Sérgio Vale- Secom
“Isso aqui representa mais saúde para as mulheres de nosso Estado. O diagnóstico precoce é essencial na luta pela cura de um câncer. Fico feliz que também exista um trabalho itinerante. Dessa forma, poderemos chegar até aquelas mulheres que moram no interior do estado e não possuem condições de vir até a unidade de saúde”, disse.

O prefeito em exercício destacou a dimensão do trabalho social que será realizado em todo o Acre. “Essa obra é de uma importância sem tamanho. A implantação do Hospital de Amor deve beneficiar ao menos 90 mil mulheres em todos os municípios, reduzindo a incidência de câncer avançado no estado”, enfatizou.

O Hospital, conforme explica o Diretor, é fruto de uma negociação relativa a uma multa trabalhista imputada ao Estado do Acre. “O MPT no Acre destinou R$ 31 milhões, parte do valor das multas aplicadas no processo judicial, no total de R$ 65 milhões. Dessa forma foi possível colocar em prática a construção da Unidade Avançada de Prevenção ao Câncer do Hospital de Barretos no Acre. Nesse sentindo, faço referência ao procurador do MPT no Acre, Marcos Gomes Cutrim, um dos maiores idealizadores desse projeto”, lembra.

Inscrições

Envio de currículos: de 30 de janeiro a 04 de fevereiro de 2019, para o e-mail: curriculo.riobranco@hcancerbarretos.com.br (documento deve ser em PDF).

Prova de conhecimentos específicos: dia 10/02/2019, às 8h, local a definir.

Entrevistas: entre os dias 18 e 19 de fevereiro, no Hospital do Amor, a partir das 8h, através de agendamento.

Sai edital do CRM/AC com vagas níveis médio e superior

O Conselho Regional de Medicina do estado do Acre publicou edital com oferta de 6 vagas imediatas mais 89 para formação de cadastro de reserva. As vagas são destinadas a candidatos com níveis médio ou superior. Informações são do site grancursosonline.

Reprodução/Google
O Instituto Quadrix, será o responsável pelo certame que já está com inscrições abertas. Para se candidatar basta entrar no site da banca até o dia 11 de março de 2019. A taxa de inscrição custa R$ 50,00 para o cargo de nível médio e R$ 60,00 para nível superior.

As vagas serão distribuídas da seguinte forma:
Administrativo (5), que pede ensino médio completo;
Analista Administrativo (1), que exige ensino superior.

As remunerações serão de R$ 1.931,80 para Assistente e de R$ 4.380,43 para Analista. Além dos vencimentos, os aprovados terão direito ao auxílio alimentação de R$ 675,00 por mês e auxílio creche de R$ 300,00, por dependente com idade de até 7 anos.

As vagas para Assistente Administrativo são para lotação em Cruzeiro do Sul (CR) e Rio Branco (5), enquanto o cargo de Analista terá vagas apenas na Capital (1). Os aprovados serão submetidos ao regime da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.
Etapas do Edital CRM AC

Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva com 120 questões de conhecimentos básicos, complementares e específicos.

Conhecimentos básicos
língua portuguesa,
noções de informática e
raciocínio lógico e matemático,

Conhecimentos complementares
ética no serviço público e
legislação aplicada ao sistema CFM/CRMs)

Haverá ainda etapa de prova discursiva para todos os cargos. As provas objetiva e discursiva serão realizadas no dia 31 de março na cidade de Rio Branco, em locais e horários ainda a serem divulgados pela banca no dia 26 de março.

O concurso público terá validade de dois anos após a homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do Conselho Regional de Medicina do Estado de Acre.

ACRE: Educação tira dúvidas sobre uniformes escolares

Novos Uniformes foram apresentados nesta segunda-feira (Foto: Secom)

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio da Diretoria de Ensino, tirou dúvidas no que diz respeito aos novos uniformes que serão utilizados somente a partir de 2020. O fardamento, juntamente com toda identidade visual do governo, foi apresentado pela secretária de Comunicação (Secom), Silvânia Pinheiro, na segunda-feira, 28.

As dúvidas em relação ao novo uniforme foram tiradas pela diretora de Ensino da SEE, professora Denise Santos. Segundo ela, para este ano de 2019, não haverá qualquer mudança e os alunos utilizarão os modelos que estão em vigor.

“Não haverá nenhuma cobrança por parte das escolas em relação aos novos uniformes. Tanto a classe empresarial precisa de um tempo para fazer as adequações, quanto as famílias precisam estar cientes disso e ter o tempo necessário para a aquisição das novas peças”, explicou.

Ainda de acordo com a diretora de Ensino, ainda irá acontecer uma reunião em relação a qual modelo será utilizado nos ensinos infantil, fundamental e médio.

Em relação ao início do ano letivo, Denise Santos confirmou para o dia 11 de março, tempo necessário para que o governo do Estado, por meio da SEE, realize e conclua alguns processos seletivos para a contratação de profissionais que atuarão nos 22 municípios acreanos.

Santos explicou também a respeito da identidade visual apresentada pelo governo. “Essa nova identidade visual apresentada pela equipe de governo com muito carinho, com muito zelo para a população acreana é para que todos se sintam inseridos dentro da proposta de uma visão de futuro, olhando para o amanhã, pois é um governo de todos e para todos”, afirmou.

Fonte: SEE

TARAUACÁ: DIREÇÃO DO MDB NO MUNICÍPIO NEGA QUE APOIA MARILETE VITORINO

Mirabor Leite - Presidente do MDB em Tarauacá
Através de um comunicado publicado na manhã desta quinta feira (31), o Presidente do Diretório do MDB - em Tarauacá, Mirabor Leite, negou que o partido faça parte da base de apoio à prefeita Marielte e desautorizou seus membros com ou sem mandato a fala em nome do partido. 

O anuncio contesta uma publicação de ontem na mídia local, que registrou uma reunião da prefeita com representantes de partidos que dão sustentação à gestão, incluindo o MDB.

Leia na íntegra o comunicado.


MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO – MDB
DIRETÓRIO MUNICIPAL DE TARAUACÁ – DMT


COMUNICADO PUBLICO


Diante de algumas informações publicadas na mídia local, relacionadas e sem a AUTORIZAÇÃO do MDB; sua executiva, através do seu Presidente vem a publico cientificar:

- Que o MDB não AJUDOU a construir a atual gestão; portanto, não faz parte e não COMUNGA com a mesma.

- Que o MDB NÃO é, e nunca será moeda de troca ou barganhas pessoais.

- Que o MDB tem projetos que vislumbram o crescimento “do MUNICÍPIO”.


E por ultimo, NENHUM membro ou filiado do MDB; seja ele, com mandato ou sem mandato, está autorizado a falar em nome do Movimento.


Tarauacá – Acre, 31 de janeiro de 2019


MIRABOR JOSE LEITE MANCIO
Presidente do MDB/DMTCA

TARAUACÁ: POLICIA MILITAR ANUNCIA VOLTA DA GUARDA MIRIM

CB Hálida e CAP Abreu na apresentação do Programa "A Polícia e a Comunidade"
A Polícia Militar em Tarauacá através de seu programa semanal na RadCom Nova Era FM, anunciou na última quarta feira (30), que está nos planos da instituição a instalação da Guarda Mirim no município.

De acordo com o Capitão Abreu, a previsão a abertura de 60 vagas para compor essa primeira turma. "Estamos buscando apoio nos poderes públicos, setor privado e sociedade, para mais esse importante projeto social da nossa Polícia Militar e esperamos que logo possamos concretizar esse sonho", destacou.

A Guarda Mirim já existiu em Tarauacá há muitos anos, organizada e comandada pelo Jovem Rosaldo Aguiar, hoje saudoso Doutor Baba.

A ideia é que a partir dos dez anos a criança possa se habilitar, entrar como aluno-soldado e poder chegar a subtenente aos 17 anos, que seria a data limite para ficar na Guarda. Durante o período, os alunos participam de atividades esportivas e palestras educativas e de prevenção às drogas. Além disso, são observados o comportamento, a atitude e aptidão nos cursos de formação.

Em Tarauacá, a Polícia Militar já desenvolve uma série de ações educativas com objetivo de prevenir o ingresso dos jovens no mundo do crime. Programas como PROERD, PROERD PAIS, Policiamento e palestras nas escolas, já fazem parte do dia a dia da comunidade. 

No rádio, o Programa "A Polícia e a Comunidade" é apresentado sempre nos dias de quarta feira, das 8 às 8:30 horas. É nesse espaço de comunicação que o Capitão PM Abreu, apresentador do programa,  interage com a sociedade, presta contas do trabalho da PM, trata de temas educativos e esclarece sobe legislação. 

MARECHAL THAUMATURGO: Prefeitura abre concurso público para 116 cargos com salários de até R$ 5 mil


A Prefeitura de Marechal Thaumaturgo divulgou dois concursos para contratar 116 servidores em cargos de todos os níveis de formação escolar. A Prefeitura oferece salários entre R$ 998,00 e R$ 5.000,00 por jornadas de trabalho de 30 a 40 horas semanais.

Há vagas para motorista de ônibus escolar, nutricionista, atendente educacional especializado, agente educador, professor, psicólogo, fisioterapeuta, farmacêutico-bioquímico, assistente social, dentista, educador físico, enfermeiro, auxiliar de saúde bucal, técnico em análise clínica, técnico de enfermagem, agente de serviços diversos, motorista rodoviário, motorista fluvial, agente de vigilância sanitária, técnico operacional, orientador social, entrevistador de Bolsa Família, visitador do Programa Criança Feliz, motorista rodoviário de veículos pesados.

As inscrições vão do dia 30 de janeiro até o dia 08 de fevereiro de 2019, no horário das 8h às 12h e das 14h às 17h na Escola de Ensino Fundamental Justiniano de Serpa, na Avenida 5 de Novembro, s/nº, centro de Marechal Thaumaturgo. A taxa de inscrição custa R$ 30,00 para cargos de níveis fundamental e médio e R$ 60,00 para cargos de nível superior.

As provas objetivas para todos os candidatos serão aplicadas no dia 24 de fevereiro nos locais e horários divulgados na Sede da Prefeitura, na Secretaria Municipal de Educação e por meio do Diário Oficial do estado do Acre.

Governo decide afastar secretário de polícia acusado de ligação com o Comando Vermelho

O governo do Acre decidiu na manhã desta quarta-feira, 30, afastar o delegado, Rêmulo Diniz, do cargo de Secretário de Polícia Civil, até que as investigações que ligam seu nome a facção criminosa Comando Vermelho transcorram no âmbito da Justiça Estadual e sejam devidamente esclarecidas. “Consciente do dever de cumprir as leis e a ordem, o Governo do Estado do Acre, reafirma seu compromisso com a transparência, a justiça e o respeito à sociedade acreana”, diz comunicado estatal. Quem assume o lugar de Diniz é o delegado Getúlio Teixeira.

A medida vem logo após reportagem do Portal UOL mostrar detalhes da investigação da Operação Sicário, desencadeada em dezembro do ano passado e que culminou com a prisão do Tenente Josemar Barbosa de Farias, do Batalhão de Operação Especiais, trazer a tona que o chefe da Polícia Civil do Acre escolhido pelo vice-governador Major Rocha e nomeado pelo governador Gladson Cameli, ter ligações com o militar que está a mais de 30 dias preso.

De acordo com o Portal UOL, MP (Ministério Público) e Polícia Civil apontam que Diniz pode ter cometido crimes enquanto chefe do DHPP. Entre os crimes, os órgãos investigam se ele cometeu falsidade ideológica em boletins de ocorrência, prevaricação, violação de sigilo profissional, formação de quadrilha, abuso de autoridade e fraude processual. O secretário nega os crimes e diz não saber que foi alvo de investigação.

A acusação, que corre em segredo no TJ-AC (Tribunal de Justiça do Acre) e foi obtida pelo UOL com exclusividade, aponta que Diniz forneceu informações privilegiadas da polícia ao Comando Vermelho, através de um policial militar preso no fim de 2018, e que ele facilitava ações de milícias, deixando de investigar assassinatos cometidos por policiais militares contra suspeitos.

Com cinco anos de carreira na polícia, o delegado Diniz ascendeu rapidamente. No comando do departamento que investiga homicídios no estado, ficou reconhecido como um agente contra o crime organizado, que intensificou conflitos pelo território acriano entre 2013 e 2018. O estado é estratégico para o crime organizado porque faz divisa com Bolívia e Peru, países produtores de cocaína.

No Acre, há a presença das facções criminosas aliadas PCC (Primeiro Comando da Capital) e B13 (Bonde dos 13), além da rival CV (Comando Vermelho). Em 2018, relatório da Polícia Civil do Acre apontou que 65% dos 137 homicídios registrados nos primeiros quatro meses foram resultados do enfrentamento das facções criminosas. Outra parte, não quantificada exatamente, ocorreu por letalidade policial, qualificada nos autos.

O delegado Alcino Ferreira de Sousa Junior, que esteve à frente da investigação contra o CV e que acabou encontrando um elo do atual secretário da Polícia Civil com o crime organizado, foi rebaixado neste ano. Da delegacia que investigava o crime organizado, o delegado foi enviado para o plantão de uma delegacia de crimes em flagrante.

A Corregedoria da Polícia Civil foi acionada para investigar seu próprio chefe depois de a apuração ter localizado uma série de conversas entre Diniz e o tenente da PM (Polícia Militar) Josemar Barbosa de Farias, considerado até o fim do ano passado como o número dois na linha hierárquica do Bope (Batalhão de Operações Especiais), a tropa de elite da corporação acriana.

Mensagens trocadas entre delegados sobre operações que seriam realizadas contra o crime organizado eram passadas por Diniz a Farias, o que, inclusive, colocava em risco a segurança dos policiais que estavam nas ruas, aponta a apuração.

Farias foi preso em 27 de dezembro, sob acusação do MP de não só ajudar o CV, mas de integrar a facção criminosa. De acordo com a investigação, o tenente seria uma ponte de informações privilegiadas passadas pelo delegado Diniz ao crime organizado. “As comunicações telefônicas interceptadas evidenciam que o representado [tenente Frias] teria estreitos laços com pessoas ocupantes de posições de liderança do CV”, aponta trecho da investigação obtida pela reportagem.

FONTE: AC24HORAS

NOTA DE ESCLARECIMENTO - GOVERNO DO ACRE


NOTA DO GOVERNO DO ESTADO DO ACRE

O Governo do Estado do Acre comunica o afastamento do cargo de secretário do estado de Polícia Civil, do delegado Rêmulo Diniz, até que as investigações que transcorrem no âmbito da Justiça estadual sejam devidamente esclarecidas.

Consciente do dever de cumprir as leis e a ordem, o Governo do Estado do Acre, reafirma seu compromisso com a transparência, a justiça e o respeito à sociedade acreana.

Governo do Estado Acre

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

TARAUACÁ: EM 2018, ESCOLA DJALMA BATISTA TEVE APROVAÇÃO DE 99,5% - DIRETOR IVONALDO FAZ BALANÇO FINAL DO PRIMEIRO ANO DO ENSINO INTEGRAL NO MUNICÍPIO



Em 2018, a escola Djalma Batista foi contemplada com o novo modelo de ensino do Acre que é a escola de tempo integral, sendo a primeira instituição da região do Vale do Tarauacá/Envira a receber o novo sistema. A educação integral representa uma ruptura do modelo tradicional de ensino. Ao mesmo tempo que provoca uma revolução no processo de ensino-aprendizagem, porque instiga e valoriza o desenvolvimento das competências e habilidades dos jovens do século 21.

As aulas apresentam a nova metodologia para os tarauacaenses com nova nova dinâmica de ensino, que não trata apenas de ampliar o tempo de permanência dos estudantes na escola, mas de repensar as práticas pedagógicas com o intuito de redimensionar o tempo e os espaços escolares. É uma escola voltada para os jovens e construída com os jovens, onde o protagonismo juvenil se destaca como centro do processo pedagógico. O aluno passa mais tempo na escola, mas ele também passa a escolher o que ele quer fazer. Além do currículo comum, o aluno poderá escolher os assuntos e projetos que deseja e que são pertinentes ao processo teoria e prática.

O Diretor Professor Ivonaldo faz um balanço positivo desse primeiro ano de experiência com educação em tempo integral.
  
Para Ivonaldo, quando família e escola educam com os mesmos critérios, as diferenças entre os dois ambientes se reduzem, e quem ganha é a criança. E nesse intuito nasce a escola em tempo integral, que vem somar com as habilidades já trazidas por nossos alunos.

Nela, há uma diferença enorme. A sala de aula é um ambiente de comunicação no qual pessoas com diferentes interesses e afinidades se encontram para aprender umas com as outras, somando em seu projeto de vida, usando as praticas laboratoriais, avaliação semanal, estudo orientado, pós médio e as eletivas que instruem o jovem a ir além. 

O professor não é mais o carrasco visto por todos os alunos. Ele passa a ser o tutor, aconselhador, ver o aluno como cidadão, pessoa, olho no olho, sorri e chorar com os jovens. Forma a roda familiar e com eles anuncia um mundo sobre sua visão de futuro.


Essa é a Escola Djalma da Cunha Batista, inserida entre as 11 escolas em tempo integral no estado do Acre e que hoje vem dar transparências em seus resultados.

Somos uma escola que em sua nova estrutura para o Ensino Integral, contamos com 26 professores, 23 servidores administrativos, 522 estudantes divididos em 14 turmas. Uma equipe gestora, que procura cada vez mais oferecer ensino de qualidade aos jovens estudantes.

Trazemos estampada visão de uma escola de qualidade e referência em Educação Integral no estado do Acre. Até 2024, vamos contribuir para uma formação acadêmica e humana efetivamente concreta, bem como, estimular os jovens estudantes a desenvolver competências e habilidades para o século XXI. 

Temos como Missão, constituir uma Instituição de Ensino de referência na oferta de educação em tempo integral no Ensino Médio, garantindo qualidade acadêmica, competências para o século XXI e formação em valores em consonância com as necessidades e interesses dos jovens, oferecendo condições para que construam seus Projetos de Vida, de forma competente, solidária e autônoma.
Neste ano de 2018 nossa aprovação de 99,5% do total dos alunos. Somente 0,5% dos alunos foram reprovados. 

A escola que "zerou" o numero de abandonos, devido o projeto “Caminhos da Escola”, e que aumentou de 22% em 2017 para 64% o numero de alunos acima do básico em 2018.
Lembramos que todos os esforços foram validos e as parcerias com a Polícia Militar, Corpos de Bombeiros e Conselho Tutelar, além do cuidado e preocupação que a família tem com os seus filhos e o zelo que esta instituição tem para com seus alunos, professores, funcionários e família. E nossos mantenedores como a SEE e o Governo, que muito contribuíram no suporte da qualidade do ensino e do ICE que nos ajudou muito em nome de nossa coordenação em Tarauacá e Rio Branco.

Gratos e juntos vamos construir uma escola bem melhor. De mãos dadas com nosso Governo e Secretaria de Estado de Educação e Esportes, Núcleo de Educação, Ministério Publico, Policia Militar, Conselho Tutelar e as famílias.

Professor José Ivonaldo Benigno
Diretor

BRASIL: 14 partidos deixarão de receber os recursos do Fundo Partidário.



Você sabia?

Temos 35 partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral - TSE, com as mudanças na legislação eleitoral a partir de 01 de Fevereiro, 14 partidos deixarão de receber os recursos do Fundo Partidário.

São eles: Rede, Patriota, PHS, DC, PCdoB, PCB, PCO, PMB, PMN, PPL, PRP, PRTB, PSTU e PTC.

Por qual motivo?

A Emenda Constitucional nº 97/2017, criou a Cláusula de Barreira, com isso novos critérios para acesso dos partidos aos recursos do Fundo Partidário e ao tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, foram estabelecidos.

Os partido políticos, deveriam ter atingido no mínimo 1,5% dos votos válidos nas eleições para a Câmara dos Deputados, distribuídos em pelo menos um terço das unidades da Federação, com um mínimo de 1% (um por cento) dos votos válidos em cada uma delas ou deveriam ter elegido pelo menos 9 (nove) Deputados Federais distribuídos em pelo menos um terço das 27 unidades da Federação.

Com previsão na Lei Orçamentária Anual (LOA), o valor global do Fundo Partidário 2019, será de R$ 927.750.560,00.

Tais mudanças irão afetar diretamente nas Eleições de 2020.

Fonte: TSE.

COELHO & FARIAS
Consultoria e Assessoria Política.

Investigação aponta ligação entre CV e secretário da Polícia Civil do Acre

Uma investigação da Polícia Civil que tinha como objetivo desarticular a ação do CV (Comando Vermelho) no Acre terminou ligando o nome do atual secretário da Polícia Civil no estado ao crime organizado. Rêmulo Diniz foi delegado titular do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) até o fim de 2018.

MP (Ministério Público) e Polícia Civil apontam que Diniz pode ter cometido crimes enquanto chefe do DHPP. Entre os crimes, os órgãos investigam se ele cometeu falsidade ideológica em boletins de ocorrência, prevaricação, violação de sigilo profissional, formação de quadrilha, abuso de autoridade e fraude processual. O secretário nega os crimes e diz não saber que foi alvo de investigação.

Veja também

A acusação, que corre em segredo no TJ-AC (Tribunal de Justiça do Acre) e foi obtida pelo UOL com exclusividade, aponta que Diniz forneceu informações privilegiadas da polícia ao Comando Vermelho, através de um policial militar preso no fim de 2018, e que ele facilitava ações de milícias, deixando de investigar assassinatos cometidos por policiais militares contra suspeitos. 

Com cinco anos de carreira na polícia, o delegado Diniz ascendeu rapidamente. No comando do departamento que investiga homicídios no estado, ficou reconhecido como um agente contra o crime organizado, que intensificou conflitos pelo território acriano entre 2013 e 2018. O estado é estratégico para o crime organizado porque faz divisa com Bolívia e Peru, países produtores de cocaína.

No Acre, há a presença das facções criminosas aliadas PCC (Primeiro Comando da Capital) e B13 (Bonde dos 13), além da rival CV (Comando Vermelho). Em 2018, relatório da Polícia Civil do Acre apontou que 65% dos 137 homicídios registrados nos primeiros quatro meses foram resultados do enfrentamento das facções criminosas. Outra parte, não quantificada exatamente, ocorreu por letalidade policial, qualificada nos autos, porém, em alguns casos, como legítima defesa. 

Rêmulo Diniz, além de toda a cúpula da segurança pública, foi escolhido pelo vice-governador do estado, eleito no ano passado, Major Rocha (PSDB). No Acre, a Polícia Civil é administrada por secretaria própria, não estando abaixo da Secretaria de Segurança Pública, como costuma ocorrer na maioria dos estados brasileiros. A rigidez na segurança foi uma das principais bandeiras para Gladson Cameli (PP) ter conseguido ser eleito governador do estado.

O delegado Alcino Ferreira de Sousa Junior, que esteve à frente da investigação contra contra o CV e que acabou encontrando um elo do atual secretário da Polícia Civil com o crime organizado, foi rebaixado neste ano. Da delegacia que investigava o crime organizado, o delegado foi enviado para o plantão de uma delegacia de crimes em flagrante. 

À reportagem, o Sousa Junior afirmou que estaria à vontade para falar sobre o assunto caso a investigação não estivesse sob sigilo. Mas confirmou as informações as quais o UOL teve acesso. "São verídicas. Eu também era diretor da Inteligência da Polícia Civil, cargo que está vago desde a minha saída, há 30 dias."

O elo do secretário com o Comando Vermelho

Josemar Barbosa de Farias, do Bope do Acre,
preso sob acusação de integrar o Comando Vermelho
Imagem: Arquivo Pessoal
A Corregedoria da Polícia Civil foi acionada para investigar seu próprio chefe depois de a apuração ter localizado uma série de conversas entre Diniz e o tenente da PM (Polícia Militar) Josemar Barbosa de Farias, considerado até o fim do ano passado como o número dois na linha hierárquica do Bope (Batalhão de Operações Especiais), a tropa de elite da corporação acriana. 

Mensagens trocadas entre delegados sobre operações que seriam realizadas contra o crime organizado eram passadas por Diniz a Farias, o que, inclusive, colocava em risco a segurança dos policiais que estavam nas ruas, aponta a apuração.

Farias foi preso em 27 de dezembro, sob acusação do MP de não só ajudar o CV, mas de integrar a facção criminosa. De acordo com a investigação, o tenente seria uma ponte de informações privilegiadas passadas pelo delegado Diniz ao crime organizado. "As comunicações telefônicas interceptadas evidenciam que o representado [tenente Frias] teria estreitos laços com pessoas ocupantes de posições de liderança do CV", aponta trecho da investigação obtida pela reportagem.

Combustível do Bope nos carros do tráfico

O tenente teria ligação estreita com Agilberto Soares de Lima, conhecido como Juquitaia. Acusado de ter cargo de liderança no CV, Juquitaia tinha como principais objetivos no Acre expandir o grupo do Rio de Janeiro no controle do tráfico de drogas em todo o estado e marcar presença na região da fronteira com Bolívia e Peru.

De acordo com a investigação, Farias cumpriria ordens repassadas por Juquitaia para que integrantes do CV não fossem presos, nem mortos pela polícia, além de agir como uma milícia, fazendo a segurança de áreas dominadas pela facção fluminense, em meio à guerra pelo território contra PCC e B13. 

Ainda segundo o que Polícia Civil e Ministério Público apuraram, Farias chegou a disponibilizar verba que abasteceria viaturas do Bope para fornecer combustível de carros utilizados pelo CV. E que o tenente do grupo de elite da PM acriana também colaborava com a apreensão de armas de grosso calibre, sobretudo próximo às fronteiras, para enviá-las ao crime organizado.
 
"Fez o correto", disse delegado sobre assassinato de suspeito

A investigação apontou que, além de facilitar a ação de membros do CV no Acre, o delegado Rêmulo Diniz agia com a finalidade de "arredondar" ocorrências de crimes militares com invasões de casas, lesões corporais e assassinatos de suspeitos, para que nenhuma das ações feitas por policiais de maneira irregular fossem devidamente apuradas.

A ligação entre Diniz e o tenente Farias teve início numa ocorrência assim. Interceptações telefônicas mostraram conversas em que os dois acertavam detalhes sobre uma ocorrência em que um policial teria atirado contra as costas de um suspeito de roubo.

Depois de o tenente Farias afirmar como foi a cena do crime, com a morte do suspeito, o delegado afirmou: "Fez correto". O boletim de ocorrência apresentado apontou versão do PM dizendo que entrou em luta corporal com o suspeito, que teria tentado efetuar disparos contra o policial diversas vezes, e, por isso, o policial teve de efetuar disparos. Versão oposta ao que de fato teria acontecido.

Informações chegam a policiais; delegado diz que soube via UOL 

A reportagem entrou em contato, por telefone, com 10 policiais civis do Acre. Todos relataram medo de se identificar, mas afirmaram conhecer a história. Os policiais disseram que não acreditam na continuidade de Rêmulo Diniz à frente da Polícia Civil, mesmo sob forte influência do vice-governador Major Rocha, que o colocou no cargo, uma vez que ele "perdeu comando da corporação".

O UOL entrou em contato diretamente com o delegado Rêmulo Diniz. Após mensagens e ligações, o secretário afirmou que soube que teria sido investigado pela reportagem. "Como assim fui investigado? Nunca soube de qualquer investigação me envolvendo. Nunca fui chamado pela polícia, Ministério Público ou Judiciário. Agradeço por me informar", disse.

A reportagem também entrou em contato com o vice-governador tucano Major Rocha, que afirmou que, caso as informações sejam verdadeiras, "o governo terá de tomar medidas graves". 

Ainda de acordo com Major Rocha, as informações foram vazadas de dentro do Judiciário, o que se configuraria crime. "Um processo que corre em segredo de Justiça teve diversos vazamentos e não sei qual é o objetivo disso. Vou pedir instauração de inquérito por esse vazamento. Isso é um crime", disse.

O vice-governador disse, também, que conheceu o delegado Diniz apenas na fase de transição do governo. 

A reportagem pediu posicionamento do governo do estado, gerido pelo governador Gladson Cameli, da Secretaria de Segurança Pública e da Secretaria de Polícia Civil desde segunda-feira (28), mas não obteve resposta.

Luís Adorno
Do UOL, em São Paulo

TARAUACÁ: LEI DE AUTORIA DA VEREADORA JANAINA FURTADO DEFINIU A IDENTIDADE VISUAL DO MUNICÍPIO AINDA EM 2017.

Bandeira de Tarauacá
Uma nova identidade visual do Governo do Acre, cheia de significados foi apresentada recentemente pela secretária de comunicação e deverá ser usada em carros oficiais, uniformes, fachadas, convites, crachás, dentre outros. A marca que que tem como centro o Brasão do Estado, deverá ser utilizada até dezembro de 2022. O material que foi desenhado por técnicos e especialistas em identidade visual e busca o resgate da história do povo acreano, com a ideia de que o Estado é único.


O manual da identidade visual assegura que o Acre é maior que políticos, partidos ou correntes. A adoção do Brasão Oficial do Estado promove a valorização de um Acre soberano, pertencente apenas ao seu cidadão. Também permite que a sociedade conheça, admire, preserve e valorize as marcas que simbolizam a sua identidade como povo.

Prédio da Prefeitura dentro das corres oficiais 
Em Tarauacá, uma lei (901/2017) de autoria da Vereadora Janaina Furtado (Rede Sustentabilidade) já está em vigor desde maio de 2017 oficializa a identidade visual do município instituindo e definindo as cores oficiais a serem utilizadas em placas, peças publicitárias, uniformes, identificação de bens móveis e imoveis. 

Janaina com estudantes da rede municipal - Escola 15 de Junho
Um exemplo é a obrigatoriedade do governo municipal em padronizar o uniforme dos estudantes das escolas da rede municipal de ensino, evitando assim as constante mudanças do modelo do fardamento que sempre variou de acordo com as cores dos partidos políticos aos quais os prefeitos eleitos estariam filiados. 

Escola Rural padronizada com as cores oficiais do município
A lei estabelece as cores verde, vermelha e branca, que são as predominantes na bandeira e brasão do município, como coloração oficial que deverá predominar nas placas, peças publicitárias, uniformes, identificação de bens imóveis e móveis pertencentes ao Município de Tarauacá. 

Barco que funciona como unidade de saúde ambulante pitado com as cores oficiais do município
Leia abaixo a nova legislação de autoria da vereadora Janaina.

Vereadora Janaina Furtado - autora da lei

LEI Nº. 901/2017
AUTORA: VEREADORA JANAINA FURTADO
PARTIDO: REDE SUSTENTABILIDADE

“INSTITUI E DEFINE AS CORES OFICIAIS DO MUNICÍPIO DE TARAUACÁ, A SEREM UTILIZADAS EM PLACAS, PEÇAS PUBLICITÁRIAS, UNIFORMES, IDENTIFICAÇÃO DE BENS IMÓVEIS E MÓVEIS DO MUNICÍPIO DE TARAUACÁ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”. 

A CÂMARA MUNICIPAL DE TARAUACÁ, Estado do Acre, aprovou e eu, Marilete Vitorino de Siqueira, Prefeita Municipal, no uso das prerrogativas legais, sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º – Ficam estabelecidas as cores verde, vermelha e branca, que são as predominantes na bandeira e brasão do município, como coloração oficial que deverá predominar nas placas, peças publicitárias, uniformes, identificação de bens imóveis e móveis pertencentes ao Município de Tarauacá. 
Parágrafo Único – Serão admitidas variações de tons das cores mencionadas no caput deste artigo. 

Art. 2º – Os imóveis públicos, os particulares utilizados pela administração direta, indireta, autárquica e fundacional do Município, bem como as obras de engenharia e arquiteturas públicas, obrigatoriamente, serão pintadas na parte externa com as cores oficiais do Município. 
Parágrafo Único – A utilização das cores oficiais do Município, instituída por esta lei, será obrigatória quando da construção ou reforma dos prédios públicos ou utilização nos demais casos de que trata o artigo anterior. 

Art. 3º – Poderá ser dispensada a utilização das cores do Município, quando: 
I – o bem imóvel, móvel ou obra que, por sua identificação e ou visualização, exigir cores especiais em normas nacionais ou internacionais; 
II – se tratar de obras de arte ou bens tombados como patrimônio histórico e cultural, assim definidos em lei; 
III – se tratar de imóveis cedidos por órgãos da administração indireta do Estado ou da União; 
IV – identificar campanhas educativas específicas, sem fins lucrativos e com duração determinada, desde que não indique cor que identifique partido político ou marca pessoal do administrador. 

Art. 4º – Os veículos automotores e máquinas, pertencentes à frota municipal, deverá conter elementos de identificação nas cores instituídas, contendo o brasão do município de Tarauacá; 
§ 1º A obrigatoriedade da utilização das cores do Município deverá se estender aos permissionários de serviços públicos municipais; 
§ 2º Os terceirizados, além do brasão, deverão ser identificados com a inscrição “a serviço do município de Tarauacá”; 
§ 3º O disposto no caput deste artigo não se aplica aos veículos de uso exclusivo do Prefeito. 

Art. 5º – as roupas (uniformes) usadas nas instituições públicas terão como identificação a bandeira do município ficando expressamente proibido o uso de qualquer imagem, cor ou frases ligadas às administrações eleitas. 
Parágrafo – No caso específico de uniformes escolares, constarão na camiseta, a bandeira do município e o nome da instituição de ensino e haverá tolerância de um tempo estabelecido até 31 de dezembro de 2017 para que a mudança seja efetivada. 

Art. 6º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Gabinete da Prefeita em 12 de maio de 2017.
Marilete Vitorino de Siqueira
Prefeita de Tarauacá


Assessoria Parlamentar

TARAUACÁ: SEXTA NA MAMUTE HALLS - "ELE NÃO, FUNK SIM"


ACRE: Provas dos Processos Seletivos da Educação serão realizadas em turnos diferentes

Professores durante formação continuada oferecida pela Secretaria de Educação (Foto: Sérgio Vale/Arquivo Secom)
O Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), banca responsável pela realização das provas do Concurso Público e Processos Seletivos da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), divulgou comunicados informando a divisão de turnos na realização das provas destinadas a selecionar professores e assistentes educacionais para atender a demanda da Coordenação de Educação Especial e Programa Asas da Florestania.

Na Educação Especial, os candidatos aos cargos de professor mediador, professor do atendimento educacional especializado, professor tradutor intérprete de Libras, professor de Libras e professor brailista farão as provas no turno da manhã. No turno da tarde farão as provas os candidatos que disputam vagas para os cargos de professor PS2 e assistente educacional.

No Asas da Florestania, professores do ensino médio nas áreas de linguagens, ciências humanas, matemática, ciências da natureza e educação física farão as respectivas provas no turno da manhã. A tarde será a vez dos candidatos ao cargo de professor P2 ensino fundamental.

Sendo assim, o Ibade informou que os candidatos poderão disputar vagas distintas, bastando apenas que os dias e horários de realização das provas não coincidam. Para a Educação Especial, as inscrições podem ser realizadas pelo endereço eletrônico www.ibade.org.br, até às 10 horas do próximo dia 3 de fevereiro.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Família do cachorro Vitinho é encontrada após ele fazer vigília em Brumadinho


Coberto de lama, o cachorro Vitinho emocionou a internet depois que foi fotografado fazendo vigília na casa dos seus tutores, em Brumadinho. Parecia sentir que sua família tinha sobrevivido à tragédia.

Os familiares disseram que não encontraram Vitinho antes de deixar o local, segundo informações do Estado de Minas. Durante todo o momento o animal acompanhou os trabalhos da equipe de resgate dos bombeiros.

Vitinho queria porque queria voltar para o sítio onde mora. Depois do seu passeio habitual nas proximidades da casa, localizada a cerca de 500 metros da pousada Nova Estância, completamente destruída pela lama, apesar de ter sido retirado da área diversas vezes para sua segurança.

A casa da família de Vitinho fica na rua Alberto Flores. Havia 12,7 milhões de metros cúbicos de lama no caminho. O rejeito de minério, derramado pelo rompimento da barragem do Feijão, por pouco não soterrou Vitinho. Salvo pelos bombeiros, o animal viveu a agonia de se separar dos seus donos.

Publicada no sábado no Twitter e Instagram do Estado de Minas, a foto de Vitinho recebeu mais de 7 mil curtidas e centenas de comentários de pessoas comovidas com o amor e fidelidade à sua família.
Família localizada

Dias depois, o jornal localizou o dono do cão, o auxiliar administrativo Lucas Assis, 32 anos. “Antes de sairmos, minha mãe o chamou várias vezes, mas ele não atendeu. Ele conhece bem a região, sabe o caminho de casa, mas achamos que ele não retornou porque está confuso por causa do barulho das aeronaves e a perturbação toda. De todo modo, deixamos comida e água pra ele.”

Lucas e o restante da família ficaram hospedados em uma pousada durante quase todo o fim de semana. O sítio em que eles vivem com os pais e a namorada é uma das propriedades interditadas pela Defesa Civil.

Só na noite de domingo a residência foi liberada, mas ainda não tinham reencontrado Vitinho. “Nós encontramos nossa gata e um outro cachorro, mas o Vitinho até agora, nada. Estamos aflitos”, diz Vanessa Tavares, a namorada de Lucas.

“Chegamos a sair para procurá-lo, sem sucesso. Infelizmente, o acesso a área em que ele foi fotografado é restrito, então não podemos ver se ele ainda está lá. Agradecemos quem puder nos dar informações sobre ele e acolhê-lo”, comemora Lucas.

JORDÃO: Tom Sérgio é o novo diretor-executivo do DERACRE


O ex-vereador do PDT de Jordão, Antônio Aurisergio Sérgio de Menezes ( Tom Sérgio) é o novo diretor-executivo do DERACRE ( Departamento de Estradas e Rodovias do Acre). 

Tom é irmão de um dos deputados estreante na Câmara Federal, Jesus Sérgio, também do PDT. 

A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (28).

Tom Sérgio é professor com graduação em geografia pela UFAC, e também gestor concursado do Depasa. 

Por Leandro Matthaus

TARAUACÁ: DIREÇÃO MUNICIPAL DO PROGRESSISTAS SE REÚNE - PARTIDO PODERÁ GANHAR UM VEREADOR DA ATUAL LEGISLATURA.


Membros da Direção Municipal do PROGRESSISTAS em Tarauacá se reuniram na noite desta segunda feira(28) com o objetivo de  discutirem ações de apoio ao Governo Gladson Cameli, além das metas do partido para as eleições municipais em 2020.

A reunião foi coordenada pelo Presidente Valdicélio Lima, o popular BUBU. Na ocasião foram apresentados novos filiados e discutida a possibilidade de um vereador da atual legislatura se filiar no partido. 


Por fim, foi apresentada como mais nova filiada e presidente do PP MULHER, a atual Secretária Municipal de Promoção Social, Professora Deise Figueiredo.

TARAUACÁ: PARTIDO DOS TRABALHADORES REÚNE DIREÇÃO MUNICIPAL E TRAÇA PLANOS PARA O FUTURO


Na última sexta feira, 25 de janeiro, o Partido dos Trabalhadores - PT, reuniu dirigentes municipais e vereadores de Tarauacá com a presença do Presidente da Executiva Estadual do Partido Cesário Campelo. De acordo com Campelo o encontro faz parte de um cronograma de reuniões com as direções dos municípios acreanos para avaliar o resultado das eleições 2018. "Estamos fazendo uma análise dos erros que cometemos ao longo da história que nos fizeram chegar a esse resultado e iniciando as conversas sobre os próximos passos do partido", destacou. 

Em Tarauacá o debate teve ainda o objetivo de recompor provisoriamente a direção municipal do partido, já que os dirigentes estavam com mandatos vencidos. "A direção em exercício sob o comando do companheiro Tadeu Moreira, irá realizar mais uma reunião para definir a nova composição e encaminhará à direção regional para ser homologada junto ao TRE", disse.

Campelo ainda analisa outros pontos que foram pauta da reunião.

FRENTE POPULAR FOI VITORIOSA EM TARAUACÁ.

"Gostaríamos muito de agradecer ao povo de Tarauacá, pois, ficamos muito felizes com o resultado eleitoral. Juntos com as direções municipais dos partidos aliados PCdoB, PSB, PSOL e PDT obtivemos uma vitória nas eleições 2018. Se dependesse só de Tarauacá, Marcus Alexandre seria governador do Acre".

GOVERNO ESTADUAL/GESTÃO MUNICIPAL 

"Esperamos ainda que o novo governador tenha carinho por Tarauacá mesmo não tendo conseguido ganhar na cidade. A gestão municipal é um desastre e se o governo virar as costas para Tarauacá a situação pode ficar ainda pior". 

CÂMARA MUNICIPAL

"O PT nesse momento está focado em conduzir a câmara municipal, de tal modo a ser um bom exemplo para a administração municipal e fazendo valer os votos que o povo depositou em nossos parlamentares. Vamos focar em uma gestão, honesta e transparente e que potencialize o papel fiscalizador da câmara" 

2020

"Quanto a 2020, ainda é muito cedo para falar. Mas, vamos manter um alinhamento com PCdoB, ouvir outros partidos e ajudar a construir uma alternativa para o povo de Tarauacá que sofreu muito nesses dois anos dessa gestão"