CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Segurança de Robinho diz que escândalo "não passa de armação"


Em entrevista a ÉPOCA, Evandro Souza afirma que acusação de estupro contra jogador é infundada. "Robinho está tranquilo. Isso já é assunto passado". "Robinho está tranquilo. Isso já é assunto passado", diz Evandro Souza sobre a acusação de estupro contra o craque.

ÉPOCA – Em sua opinião, a acusação de estupro contra Robinho tem fundamento?
Evandro Souza – Já estive com Robinho nessa boate e acho impossível alguém cometer um estupro naquele camarote. Dá para ver tudo o que acontece lá, e o lugar estava bem cheio. Se isso fosse verdade, alguém teria ouvido ela gritar, pelo menos. Além disso, a mulher só fez a queixa na tarde do dia seguinte. É muito suspeito. O pessoal do [tabloide inglês] The Sun ligou aqui dizendo que a menina considerou retirar a acusação e até dar entrevista para pedir desculpa pelo que aconteceu. Mas mesmo que isso não aconteça, o Robinho vai provar que não teve culpa.

ÉPOCA – Robinho chegou a ser preso?
Souza – Não, nada disso aconteceu. O depoimento de Robinho à polícia inglesa já estava agendado quando ele veio para o Brasil. Ele já sabia que precisava ir à polícia. Sei que ele não foi preso, não levou nenhuma multa e nem pagou aquela fiança que saíram dizendo por aí. O que aconteceu foi um procedimento normal. Ele foi informado da denúncia e quis colaborar imediatamente. O Robinho tem muito mais a perder do que essa mulher que fez denúncia.

ÉPOCA – Ele chegou a fazer um exame de DNA como foi noticiado?
Souza – Da história do exame de DNA só deu para a gente dar risada. A não ser que tenham feito esse exame só ouvindo a voz dele durante o depoimento. Impossível. Ele ficou cerca de duas horas conversando com os policiais, entrou no carro e foi embora. Eu acompanho o Robinho diariamente, faço a segurança dele, da família, ajudo no que for preciso e sempre estou por perto. Não teve nada disso.
ÉPOCA – Como você avalia a cobertura da imprensa inglesa sobre a história?
Souza – O que aconteceu foi que a imprensa inglesa bateu nele antes de saber da história. E aí tudo chegou ao Brasil completamente diferente. Nós já ouvimos que esse tipo de história é comum aqui na Inglaterra. A mesma coisa aconteceu com o Cristiano Ronaldo. Mas vamos ver se, quando tudo se resolver, vão dizer que ele é um bom garoto, porque isso não vende jornal. O Robinho é querido aqui na Inglaterra. As pessoas gostam de chegar perto, de tirar foto. Essa mulher tentou se aproveitar do nome dele.

ÉPOCA – Como Robinho ficou depois da repercussão do caso?
Souza – O Robinho está tranquilo. Isso já é assunto passado. Até o pessoal da CBF ligou aqui para conversar e dar apoio. Ele vai se apresentar normalmente à seleção. A rotina dele no clube também não mudou. Como alguém que foi acusado de um crime hediondo como esse – e que teria sido até preso – pode entrar em campo e ainda jogar bem como ele jogou?

ÉPOCA – Como a família dele recebeu a notícia?
Souza – O Robinho precisou acalmar todo mundo, inclusive o pai dele, que está aqui conosco. O Robinho ficou muito preocupado porque, além da carreira, tem família e um filho pequeno. Ele também explicou tudo para a Vivian [mulher de Robinho] e ela também está tranquila. Isso não vai atrapalhá-lo porque essa história não passa de uma armação e vai se resolver logo.
ANDRES VERA

fonte: G1

Nenhum comentário: