CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

TARAUACÁ: NOTA DE ESCLARECIMENTO DO PAI DE JOVEM DEPENDENTE QUÍMICO


ROBERTO DE SOUZA FREIRE, brasileiro, casado, empregado público municipal, portador da cédula de identidade nº 152.478 SSP/AC e inscrito no CPF sob o nº 216.942.572-15, residente e domiciliado no município e comarca de Tarauacá/AC, sito à Rua Benjamim Constant, n° 789 – Bairro Senador Pompeu, tendo em vista notícia divulgada por Vossa Senhoria, no dia 21 de outubro de 2014, com o título "EM NOTA MÃE RECLAMA QUE PAI NÃO AJUDA NO TRATAMENTO DO FILHO DEPENDENTE QUÍMICO" através do site denominado de Blog do Accioly de sua responsabilidade, vem através da presente, por seu bastante procurador e advogado, infra-assinado, esclarecer e notificá-lo nos seguintes fatos:

O escrito divulgado através do seu blog faz alusões injuriosas e difamatórias contra a pessoa do notificante, e, dentre outras aleivosias contidas na referida missiva, lhe são atribuídos fatos inverídicos, como “Roberto Freire, o pai, sempre recusou-se de todas as formas ajudar o filho”.

O filho do notificante é fruto da união estável havida entre este e a desequilibrada autora da indigitada missiva, a qual foi dissolvida quando o seu filho tinha aproximadamente 02 ou 03 anos de idade; 

Logo após a dissolução da mencionada união estável, o notificante foi acionado judicialmente pela genitora do seu filho, ocasião em que por meio de um acordo judicial celebrado em audiência realizada à época pelo então Juiz de Direito Francisco Djalma da Silva, atualmente Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, foi fixado o valor de R$ 20%,da Renumeração a título de alimentos em favor do então menor.

O valor dos alimentos era descontado em folha de pagamento e depositado na conta bancária da genitora do filho do notificante, contudo, o mesmo desde a dissolução da supracitada união estável ficou sob a guarda de sua avó materna – senhora Vanda de Oliveira Pereira Alves. Portanto, amor, atenção, carinho e afeto ele efetivamente não recebeu de sua genitora, visto que desde então foi criado por sua avó materna.

Conforme se infere da anexa declaração do Presidente da Câmara Municipal de Tarauacá – Vereador José Manuel Dourado de Oliveira, os alimentos fixados em favor do filho do notificante foram pagos até outubro de 2007, data pela qual o pagamento foi suspenso em razão do mesmo ter atingido a maioridade civil. Portanto, leviana e inverídica a informação da autora da notícia postada no site de Vossa Senhoria ao afirmar que o noticiante nunca deu assistência ao seu filho.

Outra inverdade na referida missiva consiste no fato de que o noticiante nunca deu a devida atenção à dependência química de seu filho. 

O problema de saúde pelo qual indevida e publicamente foi exposto pela sua genitora, a propósito, um câncer da humanidade recebeu a devida atenção do noticiante, o qual sempre diligenciou em busca de tratamento de saúde para o seu filho, mediante internações em clinicas especializadas e/ou outros procedimentos alternativos, fato pelo qual que a genitora do seu filho sequer mencionou porque não lhe convém.

ROBERTO DE SOUZA FREIRE 
Notificante 


LAURO BORGES DE LIMA NETO 
Advogado - OAB/AC nº 1.514 

Eletrobras Distribuição Acre esclarece que reajuste de tarifa ainda não foi divulgado para o estado do Acre

A Agência Nacional de Energia Elétrica- Aneel ainda não divulgou os reajustes que serão atribuídos ao Acre. Embora publicações em mídias falem dos reajustes, até agora nenhum número foi publicado pela agência. A proposta com os percentuais de reajustes será publicada apenas na segunda quinzena de novembro pelo site do órgão, e somente após reunião pública da Diretoria Colegiada da Annel, prevista para o dia 25 de novembro, é que serão definidas as novas tarifas a serem aplicadas aos consumidores.

Os reajustes anuais de cada distribuidora são avaliados e divulgados separadamente conforme as características locais, e obedece ao contrato de concessão específico. Sendo assim, o processo de reajuste tarifário da Eletrobras Distribuição Acre ainda está em andamento. A distribuidora nesse momento, reúne informações e documentos que serão encaminhas à Aneel, para análise, conforme processo definido pela agência reguladora.

Comunicação Eletrobras Distribuição
comunicacao@eletrobrasacre.com

TARAUACÁ: JÁ ESTÁ PRESO O HOMEM QUE AMEAÇAVA MATAR EX-PREFEITO VANDO TORQUATO

Orlando Alves do Livramento ameaçava matar Vando Torquato
O Ex-Prefeito Vando Torquato procurou a Delegacia de Policia de Tarauacá na tarde desta quinta feira, 30 de outubro, para registrar um boletim de ocorrência, pois, segundo ele, estava sendo ameaçado de morte por um homem desconhecido que há três dias apareceu aqui na cidade dizendo que ia matá-lo. A motivação seria que o Vando devia-lhe uma conta.

À noite, Orlando Alves do Livramento, 33 anos, foi preso pela polícia militar nas proximidades do presídio Moacir Prado com uma mochila nas costas e desarmado.

Um amigo de Vando havia fotografado o mesmo quando fazia as ameaças e a foto foi mostrada para os policiais.

Na noite de ontem, quando policiais foram deixar um preso na presídio, o avistaram na estrada, o reconheceram e o prenderam. 

Ao ser preso, Orlando negou as ameaças e agora está a disposição do delegado para os esclarecimentos do caso.

Banco da Amazônia publica Edital para financiar projetos culturais do Acre

O Banco da Amazônia torna pública a abertura de processo seletivo para definição de projetos culturais a serem patrocinados no exercício de 2015, sob o incentivo da Lei Rouanet, desenvolvido por entidades privadas e sem fins lucrativos.

O Edital tem como objetivo contribuir para a melhoria do acesso à cultura regional com realização nos municípios da área de atuação do Banco da Amazônia que compreende os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, contemplando os segmentos: artes cênicas(teatro, dança, performance, ópera e circo), cinema(mostra e festivais) e música.

As inscrições são gratuitas e dar-se-ão somente via Correios, no período de 27 de outubro a 28 de novembro. As informações completas podem ser obtidas pelo site www.bancoamazonia.com.br.

Amazônia acumula 762 mil km² de desmatamento em 40 anos, diz estudo


Até o ano passado, o desmatamento acumulado na Floresta Amazônica, em 40 anos de análise, somou 762.979 quilômetros quadrados (km²), o que corresponde a três estados de São Paulo ou a 184 milhões de campos de futebol. É o que revela o relatório O Futuro Climático da Amazônia, coordenado pelo pesquisador Antonio Donato Nobre, do Centro de Ciência do Sistema Terrestre do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O relatório, divulgado na tarde desta quinta-feira (30) na Sala Crisantempo, na zona oeste de São Paulo, reúne várias estudos feitos sobre a região e é destinado à população leiga. O objetivo é universalizar o acesso a mais de 200 estudos e artigos científicos e diminuir o que o pesquisador chama de “ignorância” sobre os problemas ambientais.

Nobre calcula que a ocupação da Amazônia já destruiu 42 bilhões de árvores, ou seja, mais de 2 mil árvores por minuto, de forma ininterrupta, nos últimos 40 anos. Somando-se o desmatamento e a degradação (que considera áreas verdes, mas inutilizadas) da floresta, a destruição da Amazônia alcança mais de 2,062 milhões de km².

De acordo com o relatório, o desmatamento pode pôr em risco a capacidade da floresta de rebaixar a pressão atmosférica, exportar sua umidade para outras regiões pelos chamados “rios voadores” e regular o clima, induzindo à seca. Os efeitos sobre a Região Sudeste, mais especificamente no estado de São Paulo, que enfrenta uma grande seca, ainda estão sendo estudados, mas Nobre acredita que parte disso seja reflexo do desmatamento da Mata Atlântica e do aquecimento climático.

“Estamos na UTI climática”, afirmou o pesquisador, comparando o problema do clima ao de um paciente internado em um hospital. Segundo Nobre, é difícil prever se o “paciente” – no caso, a Amazônia – vai reagir, embora ainda exista uma solução para o problema.

“Quando se está no processo de UTI no hospital, o médico vai dizer a que horas você vai morrer? Não vai. Depende do seu organismo e de muitos fatores, e o que o médico pode fazer é o que está ao alcance dele: informar. O que estou fazendo é informando [sobre o problema ambiental na Amazônia]. E acho que tem uma solução: desmatamento zero para anteontem e replantar em esforço de guerra. Mas, antes disso, um esforço de guerra real é acabar com a ignorância”, enfatizou.

De acordo com Nobre, o esforço para zerar o desmatamento é insuficiente, já que é preciso também confrontar o passivo do desmatamento acumulado e dar início a um processo de recuperação do que já foi destruído. “É preciso plantar árvores em todos os lugares, e não só na Amazônia”, ressaltou o pesquisador, lembrando que não podem ser plantados somente eucaliptos, como ocorre atualmente, já que esta não é a espécie mais indicada para trazer chuva.

Para ele, o governo tem uma grande tarefa a realizar e esse trabalho deve ser feito em conjunto com o Ministério Público, a Justiça, as organizações não governamentais (ONGs) e, principalmente, os cientistas, repetindo algo que foi feito após 2004, quando o Brasil alcançou o pico de área desmatada ([27,7 mil km²) “É possível fazer acordos e todos os setores serem beneficiados”, airmou.

Apesar de o desmatamento estar se reduzindo nos últimos anos, o Brasil ainda é o maior desmatador do mundo, afirmou Cláudio Amarante, da ONG WWF Brasil. “Pelos dados que temos hoje, por tudo o que reduziu, o Brasil ainda é o maior desmatador do mundo, embora dependa de como isso é medido. O Brasil tem dez anos de redução de desmatamento, mas os países andino-amazônicos vêm em processo contrário: há um crescimento do desmatamento. Após o Brasil, vêm a Bolívia, o Peru, a Colômbia, a Venezuela e o Equador, do ponto de vista absoluto [de área desmatada].”

De acordo com Amarante, o controle do desmatamento no Brasil está entrando agora em sua fase mais difícil: a de combate às pequenas manchas de desmatamento, pouco visíveis por satélites. “Até agora, o que foi possível foi conter o desmatamento que era mais fácil, o mais flagrantemente ilegal, das áreas maiores e de maior detecção. Agora vamos ter que combater as pequenas manchas de desmatamento e as feitas por pequenas propriedades ou assentamentos”, afirmou.

Da Agência Brasil

Advogado é preso em flagrante ao tentar subornar delegado de polícia com R$ 3 mil

O advogado Sérgio Farias foi preso em flagrante pela Polícia Civil nesta quinta-feira, 30, no interior do Acre pela suposta prática de corrupção ativa. Na mesma ocasião a polícia prendeu o gerente da fazenda Agropecuária São Paulo Amazônia, Ruy Manoel Simões de Carvalho Toza Ferreira, pelo mesmo crime.

Pelo que foi possível apurar, em maio de 2014, no município de Manoel Urbano, distante 228 quilômetros da capital, os sócios da fazenda Agropecuária São Paulo Amazônia iniciaram uma disputa pela propriedade. Na data citada, um boletim de ocorrência foi gerado na delegacia da cidade, tendo como consequência, mútuas reclamações.

Em face da “pendenga”, uma das partes contratou o advogado Sérgio Farias, para representar-lhe nas ações do litígio da fazenda Agropecuária São Paulo Amazônia. Este, então, ligou para o delegado Remullo Diniz, pedindo uma conversa, onde teria alegado que não queria que fosse interpretada como um pedido de audiência, tendo ficado agendada para esta data.

Nisso, nesta quinta, Sérgio Farias, acompanhado do gerente da fazenda, Ruy Manoel, foi à delegacia. Ocorre que, para a surpresa do delegado Rêmullo Diniz, o advogado entregou-lhe a quantia de R$ 3 mil em cédulas de R$ 50, e solicitou à autoridade policial que representasse pela prisão da outra parte (sócio da fazenda e desafeto de seu cliente).

Depois de entregar o dinheiro para o delegado, Sérgio Farias disse: “Dr. foi o que deu pra sacar, mas peça a prisão do homem e apreenda um trator que está na propriedade, no trabalho de uma cerca, que providencio mais”, sem citar valores.

Em ato contínuo, diante daquela atitude do advogado, o delegado deu voz de prisão a este e também ao nacional Ruy Manoel, que acompanhava o causídico.

Em seguida, o delegado comunicou da prisão ao Poder Judiciário, à Ordem dos Advogados do Brasil/OAB Seccional Acre, ao secretário da Polícia Civil, em exercício, Carlos Flávio, e à Adepol (Associação dos Delegados de Polícia).

O delegado Fabrizzio Sobreira, da Delegacia de Combate ao Crime Organizado, foi designado pela Secretaria de Polícia Civil para presidir o procedimento previsto em lei. Em caso de condenação pelo crime de corrupção ativa, previsto no artigo 333, do Código Penal (CP), a pena varia de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa.

Pedro Paulo
 da assessoria da Secretaria de Polícia Civil do Acre

TARAUACÁ: ASFALTAMENTO DA CIDADE CONTINUA

TARAUACÁ: VEREADORA VAI PROPOR FIM DA TAXA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA PARA MORADORES DA ZONA RURAL

Vereadora Janaina visitando consumidores na zona rural
A vereadora Janaina Furtado traz para o debate e propõe mudanças na lei que obriga moradores da zona rural pagarem taxa de iluminação pública sem receberem os serviços. 

A Lei municipal (Nº 637/2007) que está em, vigor desde 2007, "instituiu no município de Tarauacá, a contribuição para custeio da iluminação pública"O serviço, de acordo com a lei, compreende o consumo de energia elétrica destinado à iluminação de vias, logradouros e demais bens de uso público, como instalação, manutenção, melhoramento e expansão da rede de iluminação. 


O problema é que essa lei obriga todos os consumidores residentes ou estabelecidos no território do município, cadastrados junto a concessionária distribuidora, sejam obrigados a pagar a taxa de iluminação pública, independentemente de residirem na cidade na zona rural. Com exceção, claro, daqueles em que o consumo é muito baixo.

Um outro problema que afeta os habitantes da zona rural, é a cobrança da taxa mensal de energia que não é regular. O pessoal responsável pela leitura não passa todos os meses e os talões são entregues, geralmente acumulados. Povo reclama muito disso. 

Vereadora vai propor mudanças na lei
"Vou propor na câmara municipal, a mudança na Lei para que os habitantes residentes na zona rural que não recebem esse serviço de iluminação pública, sejam isentos de pagarem a taxa. Não é justo que essas comunidades rurais beneficiadas com o programa Luz Pra Todos, paguem por um serviço que não recebem", disse a Vereadora Janaina.

TARAUACÁ: Exposição fotográfica O Haiti (não) é Aqui!!! no Galpão de Cultura


Acontecerá em Tarauacá, a 2ª fase deste projeto multidisciplinar, que envolve o ensino da língua portuguesa, através da musica popular brasileira e exposições fotográficas itinerante. 

A primeira fase foi realizada na capital acriana e agora passará pelo Vale do Juruá, porém antes o projeto será apresentado em Tarauacá.

A Exposição em Tarauacá será realizada no Galpão de Cultura de Tarauacá, localizado na Rua Manoel Viera da Cunha, nº 751, Bairro da Cohab, com abertura no sábado, 01 de novembro, às 19:30h, com show de banda local e permanecerá até o dia 19 de novembro. 

Também acontecerão duas oficinas, ambas gratuitas: 

Oficina de Contação de Estórias com Mirna Rosário – no dia 31/10 (sexta), às 15 horas no Galpão da Cultura – Vagas limitadas – inscrição no Galpão da Cultura. 

Oficina de Fotografia com Alex Kblo – no dia 01/11 (Sábado), às 15 horas no Galpão da Cultura – Vagas limitadas – inscrição no Galpão da Cultura.

Veja tudo AQUI

Migração das rádios AM para a faixa FM termina no próximo dia 10 de novembro


As rádios AMs que ainda não solicitaram a migração para o dial FM têm até o dia 10 de novembro para dar início ao processo. O decreto que permite a migração para o FM foi assinado pela presidente Dilma Rousseff no dia 7 de novembro do ano passado, quando é comemorado o Dia do Radialista. A regulamentação foi publicada no início de março deste ano, detalhando o processo da migração. 

O Ministério das Comunicações, juntamente com a Anatel, vem realizado consultas públicas com o intuito de fazer as liberações dos canais para as emissoras que solicitaram a migração nas audiências públicas realizadas em todos os estados. Deste então, o MiniCom realizando o processo de liberação dos canais, que teve início nos estados do Nordeste, Norte e Centro-Oeste do Brasil.

No próximo dia 7 será celebrado o primeiro ano da assinatura do Decreto nº 8.139, que autorizou a migração das AMs para a faixa de FM e que, ao mesmo tempo, concedeu o prazo máximo de um ano para a apresentação de requerimento manifestando a intenção ao Ministério das Comunicações. Vale lembrar que a apresentação do requerimento, tão somente, não assegura a migração. 

“Aquelas emissoras que ainda não solicitaram a adaptação de suas outorgas em ondas médias para o serviço de radiodifusão sonora em frequência modulada e possuem interesse têm até o próximo dia 10 para fazê-lo”, ressaltou o advogado especialista em radiodifusão Rodolfo Moura. Da mesma forma, a emissora pode, durante o processo, desistir da opção pela migração.

Os modelos de requerimentos para os pedidos de adaptação do serviço de Ondas Médias para Frequência Modulada estão disponíveis no site da Abert ou clicando aqui.

O serviço de radiodifusão sonora em ondas médias local será extinto após o prazo de vigência da outorga. A Assessoria Jurídica da Abert alerta que, caso não tenha interesse em migrar para o FM, o radiodifusor deve requerer, até a mesma data, dia 10 de novembro, o reenquadramento de sua outorga para caráter regional, acompanhado do estudo de viabilidade técnica correspondente.

Diversas rádios AMs espalhadas pelo Brasil já estão se preparando para passar a operar no dial FM, após a publicação do decreto que permite a migração das AMs para o espectro FM.


Para atender a uma antiga solicitação de radiodifusores, o decreto presidencial nº 8139 autoriza a migração das emissoras de rádio que operam na faixa AM para a faixa FM. As regras foram definidas pelo Ministério das Comunicações na portaria nº 127, de 12 de março de 2014. O documento define como os radiodifusores devem proceder para pedir a mudança da frequência e a forma como os processos vão ser analisados pelo MiniCom e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 

Com a mudança, a expectativa do setor é de que as rádios AM recuperem a audiência. Essas emissoras foram prejudicadas não só por causa da interferência no sinal de transmissão, mas também porque não podem ser sintonizadas por dispositivos móveis, como celulares e tablets, ou aparelhos mais modernos.

A baixa demanda por novas emissoras AM de caráter local pode ser explicada pela concorrência do serviço de FM e de sistemas mais modernos de comunicação. A faixa FM possui cobertura similar com maior qualidade de transmissão, o que explica o gradual desinteresse na continuidade da prestação do serviço de AM local. Atualmente, 1.772 emissoras operam na frequência de AM em todo o Brasil. Elas estão divididas de acordo com o alcance: local, regional ou nacional.

Para fazer a alteração de faixa, os radiodifusores terão alguns custos. Eles deverão pagar a diferença entre o valor da outorga em OM e a de FM. Além disso, deverão ter gastos com equipamentos para transmitir o sinal em FM.

Ao receber os pedidos de migração, o Ministério das Comunicações e a Anatel vão avaliar, caso a caso, a disponibilidade de espaço no espectro, de acordo com o plano básico de distribuição dos canais.

Nas localidades onde não houver espaço essas emissoras terão de aguardar a liberação do espaço que vai ocorrer com a digitalização da TV no país. Os canais 5 e 6, que hoje são ocupados por canais de TV analógicos, serão desocupados e destinados à FM. Hoje, as FMs são sintonizadas na faixa de 87.9 MHz a 107.9 MHz. Com a liberação dos canais, essa frequência será estendida de 76 MHz a 107.9 MHz. 


VENDO FAZENDA EM TATARACÁ

150 hectares de terra
Fazenda localizada no Rio Tarauacá, distante 40m de barco e tem acesso pelo ramal no período verão.

São 150 hectares de terra, com 100 hectares de pastagem formada e 50 hectares de mata virgem, mais tem 3 açudes com peixes, casa, cerca de arame liso e tem área plana e fértil. 

Preço à vista R$ 1.500,00 por hectare. 

Contato: (68) 9988-7731 ou (68) 92320701

TARAUACÁ: HOJE TEM FESTA NO SWING CLUB


TARAUACÁ: RESTAURANTE G+DELÍCIAS SERÁ REINAUGURADO NESTE SÁBADO NO ESPAÇO DO GINÁSIO TK BOL NO BAIRRO DA PRAIA


Neste sábado, 1º de novembro, o Restaurante G+ Delicias estará reabrindo suas portas em novo endereço, anexo ao ginásio de esportes TK BOOLL, Bairro Senador Pompeu.

Confira nossas novidades: 

Durante o dia a tradicional Lanchonete e confeitaria, oferecendo sempre os melhores salgados e doces da cidade, sucos naturais e sanduíches naturais, vitaminas e salas de frutas tudo com muita qualidade e bom preço!!!! 

A noite uma boa musica ao vivo, e cerveja gelada, um bom tira-gosto, torres de chope, tudo isso aliado a um ambiente agradável e moderno.

O nosso cardápio segue com:
· Picanha na Chapa
· Filé na Chapa
· Espetinhos variados
· Sopa

E também fazemos nossos pratos requintados, todos por encomenda no fone: (68) 9979-2323 tanto no nosso ambiente como entregamos a domicilio:

Moqueca de Peixe
Risoto de camarão
Bobo de Camarão
Galinha Caipira
Pato
Frango Desoçado
Peixe aos molhos: Cebola, Pêssego e Abacaxi

Ginásio TK Boll será inaugurado neste sábado
Venha e confira o mais novo ponto de encontro de Tarauacá... Ali!!! Anexo à quadra TK BOOLL no bairro Senador Pompeu... Enfrente Sandida Modas.... G+ Delicias Lanchonete e Restaurante ... Esperamos por você!!!!!

Os proprietários Hector&Gisane  agradece sua presença!!!!

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

TARAUACÁ: BOTECO SERTANEJO NESSA SEXTA FEIRA NO CLUBE DA MAÇONARIA


TARAUACÁ: DERMATOLOGIA E ESTÉTICA NA CLÍNICA MAGESTE


Eleições para presidente do Crea movimenta bastidores da engenharia no Acre

Eleição acontece dia 19/11
Os Crea’s de todo o Brasil elegem novos presidentes dia 19 de novembro e a movimentação na sede do Crea-AC começa a ficar mais intensa. Haverá eleição, também, para presidente do Conselho Federal (Confea), e para diretor-geral e diretor-administrativo da Mútua, a Caixa de Assistência dos engenheiros. No Acre o presidente eleito do Crea substituirá o engenheiro civil Amarildo Uchôa Pinheiro, que termina em dezembro seu segundo mandato, não tendo podido mais se candidatar, segundo legislação vigente.

A eleição no Acre acontecerá simultaneamente na sede, em Rio Branco, e nas inspetorias de Epitaciolândia e Cruzeiro do Sul. A votação começará às 9h e será encerrada às 19h. Todos os profissionais em dias com a anuidade têm direito a voto e a Comissão Eleitoral procede desde o início desta semana a divulgação do pleito, por meio de outo-door, sites de notícias, jornais e televisão.

O presidente da Comissão Eleitoral, engenheiro agrônomo Liesjio Wanderley da Nóbrega, realizou na manhã desta quarta-feira, 29, o sorteio dos números dos candidatos a presidente do Crea-AC, diretor-geral e diretor-administrativo da Mútua. Outras informações podem ser acessadas no site do Crea-AC (http://www.creaac.org.br), ou na sede, a rua Isaura Parente, próximo a AABB.

Engenheiro Liesjio Wanderley, presidente da Comissão Eleitoral,
Saiba mais sobre as eleições do sistema Confea/Crea/Métua

O Sistema Confea/Crea elege, por meio do voto direto dos seus profissionais, os Presidentes dos Creas e do Confea, a cada 03 anos. Além disso, também realiza a cada 03 anos as eleições para as Diretorias Regionais das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua). E ainda, anualmente, o Confea promove as eleições para o cargo de Conselheiro Federal, visando a renovação do seu Plenário. Em 2014, o Sistema Confea/Crea realizará Eleições Gerais, compreendendo todos esses pleitos, da seguinte forma:

Eleições, em 14 de maio de 2014, para Conselheiros Federais Representantes dos Grupos Profissionais, nos seguintes Estados: Espírito Santo (Modalidade Civil, com mandato de 30/05/14 a 31/12/16); Minas Gerais (Modalidade Elétrica, com mandato de 30/05/14 a 31/12/16); e Amapá (Modalidade Industrial, com mandato de 30/05/14 a 31/12/15) – Resolução nº 1.021/2007, Anexo II;

Eleição, em 17 de setembro de 2014, para Conselheiro Federal Representante das Instituições de Ensino Superior – Grupo Engenharia, durante a realização do COBENGE, que ocorrerá no Centro de Convenções Expominas Juiz de Fora (BR 040, Km 790, São Pedro, Juiz de Fora - MG), no período de 16 a 19 de setembro de 2014 – Resolução nº 1.021/2007, Anexo III;

Eleições, em 19 de novembro de 2014, para Conselheiros Federais Representantes dos Grupos Profissionais, com mandato de 1º/01/2015 a 31/12/2017, nos seguintes Estados: Pará (Grupo Agronomia); Distrito Federal (Modalidade Elétrica); Ceará (Grupo Agronomia); Amazonas (Modalidade Industrial); e Paraíba (Modalidade Civil) – Resolução nº 1.021/2007, Anexo II;

Eleições, em 19 de novembro de 2014, para Presidentes dos Creas e do Confea, com mandato de 1º/01/2015 a 31/12/2017 – Resolução nº 1.021/2007, Anexo I;

Eleições, em 19 de novembro de 2014, para Diretor Geral e Diretor Administrativo das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas, com mandato de 1º/01/2015 a 31/12/2017, em todos os Creas – Resolução nº 1.022/2007; e

Eleições para Diretor Financeiro das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas, com mandato de 1º/01/2015 a 31/12/2017, em todos os Creas, em datas a serem definidas pelos próprios Conselhos Regionais, conforme Deliberação nº 029/2014-CEF Eleições para Diretor Financeiro – Resolução nº 1.022/2007.

VENDO EM RIO BRANCO: PANIFICADORA, AÇOUGUE E MERCEARIA COM TODOS OS EQUIPAMENTOS


Comercio com equipamentos em Rio Branco. 
Contato: 9976-4580/Vanessa


GUAJARÁ (AM): Cansado de apanhar, homem registra Boletim de Ocorrência contra a mulher

Diarista Mazio Souza, 23, morador do município de Guajará (AM)
O diarista Mazio Souza, 23, morador do município de Guajará (AM), distante de Cruzeiro do Sul, cerca de 20km, esteve na delegacia para registrar um Boletim de Ocorrência contra a esposa. Ele disse que foi agredido fisicamente pela mulher, que utilizando um pedaço de madeira e uma faca, lhe deu diversos golpes na região da cabeça, causando hematomas e ferimentos que lhe renderam pelo menos quatro pontos. O diarista apresentava também uma lesão em um dos dedos da mão esquerda, fruto de agressões sofridas no passado.

“Não é a primeira vez que ela faz isso comigo, inclusive no passado, além de quase decepar um dedo, ela já chegou a jogar água fervendo em minhas costas. Apesar de tudo, amo muito minha esposa” contou a vítima.

O motivo das agressões, segundo a vítima, seria por causa de ciúmes da ex – companheira do diarista.

Segundo o delegado, Daniel Leal, responsável pelo caso, a autora será intimada para prestar esclarecimentos e também contar sua versão. “Nesse caso, não se aplica a lei Maria da Penha. Se for comprovada a participação da autora na agressão ao esposo, ela responderá por lesão corporal”, esclareceu.

do http://www.juruaonline.com.br/

Documentário "O Acre Existe" sendo exibido na TV


Depois da temporada de exibições em alguns festivais e mostras pelo país, o documentário O Acre Existe estreiou na TV neste mês de outubro, com primeira exibição no Canal Brasil no último dia 28/10. Já o livro, com primeira edição esgotada, também será relançado. 

Veja as datas e horários da exibição no Canal Brasil
Quatro paulistas partem para o Acre. O filme constrói, com encontros e vivências, um retrato contemporâneo do povo e da cultura acreana. Do road movie clássico, entra numa jornada onde se mistura aos ambientes e personagens. A partir dessas tensões, viaja da história do Estado ao Santo Daime; das tribos indígenas à herança de Chico Mendes; dos soldados da borracha ao Acre atual. O documentário expõe essa descoberta entre os que chegam e os que lá estão.


Confira o trailer do filme:


Direção: Bruno Graziano, Milton Leal, Paulo Silva Jr. e Raoni Gruber
Roteiro: Bruno Graziano, Milton Leal, Paulo Silva Jr. e Raoni Gruber
Produção: Bruno Graziano, Milton Leal, Paulo Silva Jr. e Raoni Gruber
Fotografia: Bruno Graziano
Som Direto: Raoni Gruber
Produção: Milton Leal e Paulo Silva Jr.
Montagem: Bruno Graziano, Paulo Silva Jr. e Raoni Gruber
Trilha Sonora original: João Erbetta
Coordenação de som: Felipe Parra (Capitão Monga Studio)
Desenho de som: João Victor dos Santos (Capitão Monga Studio)
Animações: Estúdio 1+2 e Estúdio Teremim
Correção de cor: Everton Oliveira
Músicas: Cânticos Yawanawá Aldeia Mutum, Cícero França Dotor da Borracha, Nelson Gonçalves, Raimundo Nonato, Seu Jorge e Zé Kleuber
Pôster: Tiago Tosh e Victor Fão
Realização: Controle Remoto Filmes
Apoio: Secretaria de Turismo do Estado do Acre, Jangada Cultura, Capitão Monga Studio, Estúdio 1+2 e Estúdio Teremim

http://oacreexiste.com/index/

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Moisés Diniz não esconde frustração com o PT


Considerado um dos homens de linha de frente na defesa do projeto da Frente Popular do Acre (FPA), coligação comandada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), o deputado estadual Moisés Diniz (PCdoB), que foi derrotado na disputa pelo cargo de deputado federal nas eleições deste ano, deixou nas entrelinhas, que pode ter sido traído por membros do grupo de partidos que administra o Acre há 16 anos.

“Vou fazer política agora direto com o povo, porque os políticos foram desleais com a nossa história e as nossas lutas”, diz o comunista que é tido como um dos homens mais cultos da política acreana. Diniz faz ainda um desabafo para mostrar que Tarauacá, município que ele adotou como terra natal é um dos principais responsáveis pela reeleição do governador Sebastião Viana (PT).

“Em toda eleição, quando se abrem as urnas, um resultado aqui e acolá passa despercebido, porque as atenções continuam voltadas para a capital, aonde se concentra a metade dos eleitores. Nessa eleição, um fato curioso chamou a atenção: o município de Tarauacá, junto com Feijó e Jordão, foi quem garantiu a vitória de Sebastião Viana”, destaca o presidente regional do PCdoB.

O comunista questiona a falta de investimentos nos municípios que teriam garantido a quinta vitória consecutiva do PT, em disputas estaduais, e alfineta a decisão de Sebastião Viana fazer grandes investimentos nos municípios do Alto Acre, onde o PT perdeu todas as prefeituras. Na maioria das cidades do Alto Acre, o candidato de oposição, Márcio Bittar (PSDB) conquistou a maioria dos votos.

O descontentamento de Moisés Diniz reflete o momento atual de seu partido. O PCdoB tinha dois deputados estaduais e uma deputada federal, mas nas eleições deste ano, viu seus quadros serem reduzidos praticamente a um deputado estadual, enquanto o PT, aliado mais próximo, ganhou espaço na Aleac, elegendo cinco deputados estaduais, três deputados federais e reelegeu o governador.

Moisés Diniz acredita que a supremacia do PT na preferência dos eleitores de Tarauacá, pode estar ligada ao trabalho desenvolvido por ele, “Chagas Batista, João Bosco, Antônio Victor e Edvaldo Magalhães, que retornou para Cruzeiro do Sul no ano seguinte”. Moisés ficou na terra do abacaxi por mais 30 anos, enquanto outros jovens aderiram ao seu movimento político.

Liderando um movimento de organização popular, que envolveu a criação das primeiras entidades indígenas e de mulheres do interior do Acre. sindicatos e cooperativas, Moisés Diniz conquistou suas principais vitórias na política. “Na época, greves foram deflagradas e realizadas ocupações de prédios públicos e de terras improdutivas. Rádios comunitárias foram erguidas”, lembra Diniz.

Diniz afirma que voltará a fazer política buscando resgatar suas origens. Ele promete que encampará a defesa dos trabalhos de base, deixando de lado a defesa de partidos políticos. “Uma forte consciência social foi se formando nessas últimas três décadas. O PT aproveitou esse terreno favorável para conquistar as melhores votações em Tarauacá”, afirma o comunista.

Sem apontar responsáveis, Moisés Diniz destaca que apesar de ter sido deixado no caminho pelos seus aliados petistas, perdeu as eleições, mas, foi o candidato a deputado federal mais votado em Tarauacá. Diniz afirma que vai percorrer o Acre reorganizando sindicatos e movimentos civis, criando um comando único de luta sindical, popular e comunitária, capaz de influir na agenda dos governantes e permitir que o povo saia da passividade e volte a ter voz.

Ray Melo
Da editoria de política
AC24horas
raymelo.ac@gmail.com

TARAUACÁ: NOVA SAFRA DE JOVENS EMPRESÁRIOS DE TARAUACÁ


Nosso amigo Bubu é da nova safra de jovens empresários de Tarauacá. 

Um vencedor que lutou e conquistou seu espaço.

Proprietário da Drogaria Viver Bem.

Uma personalidade de origem pobre que trabalha desde garoto pra vencer os obstáculos da vida. 

Tem minha admiração.