CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 29 de março de 2019

Acre diagnosticou mais de 1,1 mil casos de câncer do colo do útero em 11 anos, diz Saúde

Acre diagnosticou mais de 1,1 mil casos de câncer do colo do útero em 11 anos, diz Saúde — Foto: Reprodução/TV Acre
Uma média de 108 casos de câncer do colo do útero foram registrados por ano no estado do Acre nos últimos 11 anos. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (26) ao G1 pelo Hospital do Câncer do Acre (Unacon), no Dia Mundial da Prevenção do Câncer de Colo do Útero.

Conforme os dados, entre os anos 2007 e 2018, a unidade diagnosticou 1.188 casos da doença no estado. Em 11 anos, 392 mulheres morreram por conta do câncer do colo do útero.

O oncologista Melk Hadad afirma que o câncer de colo do útero é o tumor mais incidente em mulheres no estado. Segundo ele, na maioria das vezes, os casos já chegam ao Unacon em estágio intermediário ou avançado da doença, o que dificulta o tratamento e as chances de cura caem de 95% para 75%.

“O câncer de colo uterino está mais relacionado ao HPV, então, a vacina é ainda o principal meio de prevenção. Vale ressaltar a importância do preventivo para a gente descobrir do início. Quando descoberto na fase inicial, a chance de cura é mais de 95%. Geralmente são tumores curáveis. Se for um tumor inicial, o tratamento é cirúrgico, mas, se for intermediário, é feita radioterapia e quimioterapia ao mesmo tempo”, disse o médico.

O levantamento mostra que a faixa etária mais acometida pela doença é de 45 a 49 anos, com 172 casos. Entre 20 e 24 anos, 11 jovens foram diagnosticadas com câncer do colo uterino. No caso de mulheres com mais de 75 anos, 77 casos foram registrados entre os anos 2007 e 2018.

Outra faixa etária com número elevado é de mulheres entre 35 e 44 anos, em que 311 foram diagnosticadas com a doença. Além das pacientes entre 50 e 59 anos, que segundo os dados, somam 258 casos.

g1-Acre

Nenhum comentário: