CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

TARAUACÁ: PARA NÃO DESISTIR DE ESTUDAR JOVEM LEVA BEBÊ RÉCEM NASCIDO PARA A ESCOLA.

A estudante do Instituto Dom Moacir, Marceliane de Lima Rodrigues, 18 anos, moradora do Bairro da Prais, região conhecida como Campo do Luís Madeiro em Tarauacá, matriculada no curso Técnico em Imobilização Ortopédicas/IDM/NEPT, é mãe do pequeno Elias, com apenas 17 dias de nascido. A mesma vai para sala de aula e precisa levar o filho pois, não tem com quem deixá-lo.
Enquanto a mãe estuda o bebê dorme no chão
Enquanto estuda o bebê fica deitado num travesseiro usado como colchão, colocado no piso da sala bem ao lado da carteira da mãe.
A coordenadora do IDM em Tarauacá, Maria Bento fez uma campanha pela internet e conseguiu a doação de um carrinho de bebê para que o mesmo possa ficar enquanto acontecem as aulas.
Agora o pedido de ajuda é para doação de fraldas, roupinhas para e outros donativos para a criança. “Eu preciso estudar para garantir condições de criar meu filho” disse a mamãe.
empresária doou um carrinho para a criança
Quem puder doar algo tipo fraldas, roupas, produtos de higiene e limpeza e outros, podem procurar a coordenadora Maria Bento la na sede do instituto no ipepacomha, ao lado do corpo de bombeiros, ou ligar através do número 9 9999 9515 (Maria Bento).

TARAUACÁ: CANTORA DO MUNICÍPIO PEDE AJUDA PARA REALIZAR O SONHO DE ENXERGAR MELHOR.

A jovem cantora Emika Kacau, 22 anos,  esteve na Rádio Comunitária Nova Era FM, onde iniciou, nesta quarta feira, 31 de outubro, uma campanha de arrecadação de recursos para tentar realizar o grande sonho de sua vida, que é tratar do problema em sua visão. Oriunda de família pobre, desde seu nascimento, a garota apresentou um déficit de visão de cerca de 70 por cento.
“Desde meus 9 meses de vida, minha mãe começou a perceber a minha dificuldade de enxergar. Nessa época, fui para Rio Branco e tentamos fazer cirurgias porém, não deram certo. Em 2012, uma médica aconselhou não mexer na minha vista e foi então, que desisti“, disse a cantora.
Mesmo com as dificuldades, Emika não desistiu de seus sonhos. Hoje cursa o segundo ano do ensino médio, é uma das cantoras mais qualificadas do município, conseguiu gravar um cd com músicas autorais, participou de vários festivais no município. Recentemente venceu o Festival Estudantil da Canção – FEC, na categoria autoral.
Quando foi estudar no IFAC e fazer os cursos de Braile e Informática, conheceu um professor que tinha também déficit de visão e a aconselhou ir até Minas Gerais consultar uma médica especialista para ver a possibilidade da garota também usar uma lente. “O meu professor disse que eu poderia consultar essa médica e ela me receitar uma lente para que eu melhorasse a minha visão. Isso é tudo que eu quero na minha vida. É o meu grande sonho”, afirmou.
Emika ganhou 4 mil reais como vencedora do Festival da Canção Estudantil organizado esse ano pelo Governo do Estado e esse valor não é suficiente para sua ida até Belo Horizonte. “Tenho que ir até lá, custear despesas de transporte, estadia, alimentação e ainda tenho que levar uma pessoa para me acompanhar. Além disso, tem a consulta, a lente e outras despesas. Minha mãe e meu pai são desempregados. Meu pai limpa quintais quando aparece serviço. Sobrevivemos do pequeno lanche que minha mãe cuida. Além dessas dificuldades ainda temos que ajudar minha irmã que estuda engenharia em Cruzeiro do Sul. Por isso, preciso de ajuda“, finalizou.
Quem puder colaborar com a cantora com qualquer quantia poderá depositar na Caixa Econômica Federal, Agência 3339, Conta Poupança Nº 13465-5.
Maiores informações você poderá ligar direto para Emika, 999250763.

PL de Jenilson prevê que escolas ensine noções de agropecuária

“O Acre jamais avançará no aumento da produtividade agrícola e pecuária se não mudarmos a mentalidade de quem mora na zona rural, que hoje é iminentemente extrativista. Nossas escolas rurais não podem continuar subestimando seu potencial para mudança da realidade produtiva, hoje se ensina inglês por exemplo para uma aluno que mora no campo, mas não se ensina plantar correntemente um pé de graviola” diz o deputado que na sessão ordinária desta terça-feira (30), o apresentou o Projeto de Lei de nº 46 de 2018 que tem como objetivo instituir noções básicas da disciplina de Agropecuária, como conceito a ser ministrado nas escolas públicas rurais de ensino fundamental e médio no âmbito do Estado do Acre.

O artigo 2º da lei prevê que a temática da disciplina deve contribuir com a elevação da escolaridade do jovem empreendedor no campo; o respeito as diversidades locais; a cooperação entre as diferentes esferas do poder público, o setor empresarial e os demais seguimentos da sociedade, com o fim específico de estimular as iniciativas do jovem empreendedor do campo; a promoção do acesso do jovem empreendedor do campo ao crédito rural; e a promoção da inclusão social no meio rural.

A Lei visa ainda, preparar o jovem para exercer o papel estratégico de agente do desenvolvimento rural, de forma que possa fomentar a transformação de jovens em líderes empreendedores, com sensibilidade para identificar oportunidades de desenvolvimento profissional, familiar onde estão inseridos; bem como estimular a elaboração de projetos produtivos, a serem desenvolvidos pelos jovens agricultores, como forma de viabilizar alternativas de trabalho e renda; ampliar competências, conhecimentos e práticas que possibilitem a gestão empresarial agrícola, promovendo o empreendedorismo, a liderança, o cooperativismo, o planejamento e o uso de técnicas produtivas.

Dentre outras finalidades do projeto é estimular estratégia de governança de sucessão familiar para jovens e suas famílias; ampliar a compreensão sobre o desenvolvimento rural sustentável, práticas agrícolas e políticas públicas para a agricultura familiar; além de incentivar o uso de conhecimentos associados às inovações tecnológicas e as ferramentas das atividades rurais.

Na justificativa, Jenilson Leite que é formado em técnico agrícola, além de, já ter sido gerente da Seaprof da regional Tarauacá/Envira salientou que existem escolas que já funcionam nesse modelo em vários estados brasileiros, entre elas a Escola Família Agrícola (EFA) e Casas Familiares Rurais (CFRs), porém, apesar de todos estes fatores, e diante dessa necessidade de se empregarem metodologias e estratégias específicas para as comunidades do campo, alguns estados relutam em reconhecer a efetividade e a legitimidade da Pedagogia da Alternância. “Essa metodologia dá aos alunos a oportunidade de continuarem estudando enquanto ajudam seus pais nas tarefas agrícolas. A inclusão formal do método na atual legislação, virão a possibilitar que as escolas em áreas rurais tenham mais apoio do Estado, valorizando os alunos do campo”.

O projeto se encontra na Comissão de Constituição, Justiça e Redação para ser relatado e depois ser votado em plenário.

assessoria

VENDE-SE CASA NO IPEPACONHA


MANOEL FREITAS MARTINS,
Fones: 98427-8156/98418-6107

VEREADOR VALDOR DO Ó APRESENTA MOÇÃO DE PESAR AOS FAMILIARES DO MÉDICO ROSALDO AGUIAR

Na sessão ordinária desta terça-feira, 30 de Outubro, o vereador Valdor do Ó (PMDB), apresentou Moção de Pesar aos familiares do médico Rosaldo Aguiar, conhecido popularmente como “Dr. Baba”, brutalmente assassinado, ocorrido na noite do último sábado, 27, em sua residência, na cidade de Feijó.

A moção aprovada e assinada por todos os edis presentes, foi endereçada aos familiares, representados por seu pai Raimundo Ferreira. A moção, apresentada pelo parlamentar é uma proposição pela qual o Vereador expressa seu pesar.

Assecom/Câmara

Jesus Sérgio propõem alterar o nome do Hospital Geral de Feijó para Hospital Rosaldo Firmo de Aguiar França (Doutor Baba)

O deputado estadual Jesus Sérgio (PDT/AC) apresentou na manhã desta terça-feira, 30, junto a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) uma proposta de Projeto de Lei (PL) para alterar o nome do Hospital Geral de Feijó para Hospital Rosaldo Firmo de Aguiar França (Doutor Baba).

A proposta é uma forma de prestar uma homenagem póstuma ao médico assassinado na noite do último sábado (27). O Projeto de Lei seguirá para tramitação e, se aprovado, seguirá para sanção governamental.

Em seu discurso, Jesus Sérgio externou seu profundo pesar e lembrou da trajetória de superação do médico da família, como era carinhosamente conhecido, o Doutor Baba.

A morte do médico causou grande comoção, uma vez que Doutor Baba era muito querido pela forma como dedicava-se a cuidar de vidas e também pelas ações itinerantes que encabeça para prestar atendimento médico aos ribeirinhos.

assessoria

terça-feira, 30 de outubro de 2018

TARAUACÁ: VEREADORES DENUNCIAM PÉSSIMAS CONDIÇÕES DO ARMAZENAMENTO DA CARNE NO MERCADO PÚBLICO

Os vereadores Janaina Furtado, Lauro Benigno, Raquel Souza, Neirimar Lima e Antônio Araújo, visitaram na manhã desta terça feira, 30 de outubro, o açougue do mercado público municipal, para averiguar as denuncias que receberam, sobre as péssimas condições de higiene em que a carne comercializada ali estaria sendo armazenada. Ao constatarem o fato, os parlamentares acionara rapidamente a vigilância sanitária para que o órgão tomasse conhecimento da situação e as providências legais.
A carne que é vendida para a população sob a responsabilidade da prefeitura estava sendo armazenada em condições impróprias colocando em risco a saúde dos consumidores. No mercado público a carne é vendida misturada e o quilo custa apenas R$8,50 (oito reais e cinquenta centavos).
A Vigilância Sanitária notificou a gerência do mercado, interditou os freezers e  recomentou a limpeza total do ambiente.
Ao saírem do mercado, os parlamentares foram até o gabinete do prefeito em exercício, Chico Batista e pediram que o mesmo tomasse providências em relação ao mercado público.
Em maio de 2017, a vereadora Janaina havia denunciado publicamente as péssimas condições de armazenamento da carne neste mesmo local e que o produto estaria sendo comercializado “estragada”, colocando a saúde pública em risco. Veja a matéria  AQUI . Na época a prefeita Marilete mandou instalar uma nova câmara frigorífica, um balcão frigorífico novo e limpeza no local.
Não dá pra admitir o que está acontecendo. As pessoas devem ser tratadas com respeito. Queremos uma solução imediata“, disse o vereador Lauro Benigno.
Para Janaina Furtado a ação conjunta dos vereadores é fundamental. “Somos onze parlamentares de diversos partidos. Se a gente se juntar teremos mais força para ajudar a resolver grande parte dos problemas que a população enfrenta. Esse caso do mercado o problema se repete. Há pouco mais de um ano eu denuncie esse problema e agora infelizmente volta a se repetir“, comentou.  
Os parlamentares disseram que vão conceder um prazo para que a prefeitura resolva o problema. Se não resolver vão acionar a prefeitura na justiça. 
(assessoria)