CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

TARAUACÁ: BBB PORNÔ DA TERRA DO ABACAXI REVELA SEXO, TRAIÇÃO, AMEÇA DE MORTE E EXPOSIÇÃO DE CENAS ERÓTICAS ENVOLVENDO PERSONAGENS DO MUNICÍPIO.

já são 2 vídeos circulando na cidade 
A população de Tarauacá no Estado do Acre, cidade localizada há 400 km da capital Rio Branco, nesses últimos dias foi surpreendida com a notícia da circulação numa rede social, de vídeos que exibiam cenas de sexo explícito envolvendo garotas e um conhecido “cinegrafista”. 

A história é a seguinte: O sujeito levou as garotas para um quarto de hotel, as convenceu de alguma maneira a terem relações sexuais com ele e, com uma câmera escondida, gravou todas as cenas. Segundo as meninas que aparecem nos dois primeiros vídeos, ele usava uma caneta espiã para filmas as cenas de sexo. 

Fala-se pela cidade que existem mais vídeos com outras mulheres, o que está deixando muitas gente em pânico e a população revoltada com o que está acontecendo.

Na rede social Facebook as pessoas estão se manifestando diariamente contra essa situação e clamam para que a justiça se manifeste em relação ao caso.

Francisco Guimarães Pereira - Chiquinho
O personagem principal do caso é Francisco Guimarães Pereira, popularmente conhecido por Chiquinho, que se apresenta sempre como Repórter Cinematográfico da Assessoria de Comunicação do Governo do Acre, , acusado de Gravar e distribuir os vídeos na cidade. “Chiquinho” se apresenta também como repórter do R7 do Acre.

Outras personagens são as duas garotas que aparecem nas cenas de sexo com Chiquinho e também sua ex-esposa, acusada por ele de traição e de distribuir os vídeos na cidade.

Durante essa semana, o Blog do Accioly ouviu todos os envolvidos para se certificar do caso e saber quais medidas estão tomando em relação à exposição pública de suas vidas.

A garota do primeiro vídeo, que pediu para ser identificada apenas por “T”, ainda muito abalada, disse que de fato teve uma relação sexual com Chiquinho há quase cinco anos quando ainda era solteira. “T”, hoje casada, não quis entrar em detalhes, mas disse que já contratou um advogado para cuidar do caso. “Quero que a justiça tome providências e que esse canalha pague pela humilhação que está me fazendo passar”, disse ela. “Tenho apoio do meu marido, da minha família e vou até as últimas consequências para que ele pague por tudo que está fazendo”, finalizou.

A garota do segundo vídeo, que vamos identifica-la por “M”, tem hoje 21 anos é oriunda de uma numerosa família da cidade de Jordão, tem ensino médio. Também muito deprimida, disse que ficou sabendo do vídeo que circulava na cidade por uma de suas irmãs e chegou a pensar em cometer suicídio. “M” há cinco meses está noiva e tem apoio do seu companheiro.

“De fato isso aconteceu há cerca dois anos. Ele me procurava todos os dias insistentemente dizendo que era solteiro, repórter famoso e que estava apaixonado por mim. Então, aconteceu que fomos para um hotel da cidade, tivemos relação sexual e no quarto em que estávamos havia apenas uma caneta. Eu nunca imaginaria que aquilo fosse uma câmera de vídeo e que estava gravando tudo. Depois disso ele me procurou outras vezes e com minha negativa dizia que se não ficasse novamente com ele, iria me prejudicar. Fiquei sabendo do vídeo pela minha irmã, entrei em pânico e pensei até em me suicidar. Chamei meu noivo contei toda a história pra ele e recebi apoio total do mesmo", disse “M” 

Depois que ficou sabendo da notícia da circulação do vídeo, “M”, que é de família pobre, procurou a Defensoria Pública para que o defensor pudesse lhe orientar e lhe ajudar. "Na defensoria, disseram-me que o defensor está viajando e que chegará logo. Quero processá-lo e que ele seja responsabilizado perante a lei. Ele vai pagar por tudo que fez” disse ela.

Francisco Guimarães (CHIQUINHO), principal acusado de gravar e espalhar os vídeos nega ser o autor das gravações e distribuição dos vídeos e afirma que é vítima de uma armação de sua ex-mulher. 

Ontem (23), Chiquinho foi à delegacia de polícia procurar o Delegado Raimundo Odaci Guedes, para registrar uma queixa contra sua ex companheira, acusando lhe de ser a autora da distribuição dos vídeos que estão expondo sua intimidade. Segundo consta no boletim de ocorrência, Chiquinho afirmou que se sente prejudicado, pois tem um nome a zelar. Por fim, afirma que está sendo ameaçado de morte pela ex-esposa.

Na noite de ontem Chiquinho publicou a seguinte nota de esclarecimento: 

"Eu Francisco Guimarães Pereira, Repórter Cinematográfico da ASSECOM - AC, Registro Profissional – 1095, venho esclarecer a toda sociedade Taraucaense que, quanto ao material, irresponsavelmente distribuído através da rede social WHATSAPP, que compromete a minha dignidade moral e profissional, quero esclarecer que: Esse material (vídeo) onde mostra minha intimidade pessoal com outras pessoas foi publicado pela minha ex-esposa, como forma de vingança por não conformar-se com a separação.  Diante dos fatos, só tenho a lamentar pela atitude mesquinha e covarde dela. E para que não restem dúvidas, segue em anexo o boletim de ocorrência registrado na delegacia Geral de Polícia de Tarauacá. (Francisco Guimarães Pereira).

Boletim de ocorrência

M M S, servidora pública é ex-mulher de Chiquinho e ao ser perguntada sobre essa confusão toda disse que, assim como as duas garotas, ela é mais uma vítima de Chiquinho e que o mesmo transformou sua vida num verdadeiro inferno. “Nunca imaginei na vida passar por tudo que estou passando e é preciso ser uma mulher muito forte para suportar essa carga toda”, disse ele.

MMS disse que seu drama começou quando ela tomou conhecimento que seu marido a traia constantemente e decidiu largar dele. A partir daí, comenta ela, que sua vida “virou de cabeça pra baixo”, pois ele não aceitou a separação e passou a ameaça-la dizendo que iria acabar com a vida dela, inclusive, disse que tem uma gravação em áudio em que ele diz que vai mata-la.

MMS procurou a delegacia de polícia local para denunciar o acusado por ameaçá-la e também por ter criado perfis falsos no facebook onde posta fotos dela e escreve textos humilhantes sobre sua pessoa. Depois de algumas audiências a justiça decretou algumas medidas protetivas de urgência. 

Como continuaram as ameaças e sua exposição na internet, no dia 8 de janeiro MMS, foi a Rio Branco procurar a Polícia Federal. Relatar tudo que estava acontecendo para um delegado da PF, denunciando o ex-companheiro, com que viveu cerca de 10 anos e pedindo medidas de proteção. Segundo informações da própria MMS o delegado da PF remeteu o caso ao Delegado Aléx do Município de Feijó que está cuidando do caso.

Perfil  anônimo criado recentemente no facebook
Diz a declaração na PF: Em meados de novembro de 2013 terminaram o relacionamento por motivos particulares e que dias depois seu ex-companheiro começou a proferir ameaças por telefone e também pessoalmente, chegando a lhe perseguir no seu local de trabalho. Que na época comunicou os fatos na delegacia de polícia de Tarauacá e como consequência houve uma audiência na justiça que acabou decretando medidas protetivas de urgência. Que depois disso tomou ciência de uma página na rede social FACEBOOK com o nome de MARIA ANTÔNIA DE ARAÚJO, a qual continha posts com suas fotografias e com textos lhe acusando de relacionamentos amorosos. Tomou conhecimento também de outra página na mesma rede social com o título de ‘PIRIGUETONAS TARAUACÁ’ apenas para publicar suas fotografias e de um suposto amante, com textos ofensivos lhe acusando de traição. Que todas as postagens dessas duas páginas eram compartilhadas automaticamente na página do ex-companheiro, demostrando que ele estaria utilizando a rede social para denegrir sua imagem de forma grosseira”.

Depoimento na Policia federal

A Sociedade Tarauacaense estarrecida com tudo isso pede que a justiça apure o caso com firmeza e que os culpados sejam responsabilizados.

Por Raimundo Accioly

Um comentário:

Claudio Elias Do Nascimento disse...

Jesus Cristo Esta Voltando!!!