CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

terça-feira, 16 de junho de 2020

TARAUACÁ: PROFISSIONAIS DE SAÚDE REPUDIAM DESCASO DA PREFEITURA COM A PANDEMIA DO COVID-19


NOTA DE REPÚDIO COM SENTIMENTO DE DESABAFO

Nós, servidores do quadro permanente da Secretaria Municipal de Saúde, lotados na Unidade Básica de Saúde Marília Vieira do bairro Corcovado, viemos a público por meio desta repudiar com sentimento de desabafo o descaso da Prefeitura de Tarauacá com tratamento da pandemia ocasionada pelo CORONAVIRUS. 

Primeiramente, lamentamos, a falta de planejamento do Município com relação ao enfrentamento dessa pandemia, haja vista, que desde o começo dessa crise com os primeiros casos confirmados na cidade, Prefeitura não se preocupou em realizar um processo licitatório para aquisições dos testes rápidos, preferiu optar por utilizar os testes enviados pelo Ministério da Saúde que tinha por fim diagnosticar nós servidores que estamos nas Unidades Básicas e as pessoas idosas e com comobidades, conforme mesmo informou o Secretário Municipal de Saúde em nota recém divulgada. 

Por essa razão, a nossa Unidade Marília Vieira, encontra-se com mais de 03 (três) servidores afastados com sintomas do COVID 19, sem contar alguns que permanecem trabalhando, já outros servidores inclusive com familiares confirmados através do exame PCR. 

Repudiamos, ainda mais, pois no dia de hoje, procuramos a Unidade de Referência montada na escola José Augusto (Municipal) no período da manhã, uma vez que foi anunciado que a Prefeitura tinha adquirido os materiais de teste, daí fomos informados que realizaríamos o exame no horário da tarde, mas o que ocorreu foi um total descaso!! Pois NÃO existem testes suficientes, NEM para os profissionais, que deveríamos continuar a tomar medicação e ficar em casa. 

Contudo sabemos que existe determinação do Poder Judiciário para profissionais de Saúde serem testados. Lamentamos, que profissionais, assim como nós, sejam os responsáveis por repassar essa informação, enquanto o Poder Público, garante para a população que existem exames. 

Necessitamos, assim como toda a população de uma intervenção dos órgãos fiscalizadores, para que seja corrigido esse descaso, precisamos do mínimo que é o diagnóstico para que possamos tranquilizar nossos familiares e seguirmos nosso trabalho de atenção a população do nosso bairro e ramais, sem o receio de sermos um vetor de transmissão para todas as pessoas que buscam a unidade diarimante principalmente os mais idosos e de risco que necessitam de tratamento, medicação e atenção para tratamento de suas comorbidades.

Servidores do quadro permanente
Unidade Básica de Saúde Marília Vieira
Bairro Corcovado

Nenhum comentário: