CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 27 de julho de 2018

TARAUACÁ: ANITA SILVA E EMIKA CACAU VÃO REPRESENTAR O MUNICÍPIO NA GRANDE FINAL DO FEC 2018 EM RIO BRANCO

Aconteceu na noite desta quinta-feira (26), na praça Valério Caldas, a final municipal da 2ª etapa do FEC – Festival da Canção Estudantil, edição 2018. 
O evento é promovido pelo Governo do Acre, através da Secretaria de Estado de Educação, Fundação Elias Mansur e Assessoria de Juventude e parceiros locais.
Emika Maika Cacau, uma jovem cantora e compositora foi a grande vencedora na categoria autoral. Emika tem 20 anos, é estudante da escola de Ensino Médio Djalma Batista, moradora do Bairro Avelino Leal que, participou pela segunda vez do festival. 
Na categoria intérprete a consagrada Anita Silva, estudante do IFAC em mais uma apresentação memorável, foi a grande campeã. Anita, 17 anos, moradora do centro da cidade, em 2017 venceu a etapa Tarauacá e ficou em segundo lugar na grande final estadual. Dessa vez interpretou o clássico mundial de autoria do Freddie Mercury, “we are the champions”. O 2º lugar ficou com a estudante Nalanda. 
Houve seletivas de candidatos em todos os 22 municípios acreanos, onde os selecionados irão participar da grande final, na capital Rio Branco, no dia 26 de agosto e concorrerão ao prêmio de R$: 4.000. Além do título de campeão estadual. 
“O Festival da Canção é uma oportunidade de incentivar nossa cultura de ocupar o tempo ócio de nossos jovens e estudantes, neste caso em Tarauacá que é um celeiro de bons músicos tem também objetivo de dar visibilidade à produção musical local e revelar talentos, que estão espalhados em nossas diversas instituições de ensino, obrigado ao Governo do Acre por promover esse tipo de atividade”. Disse a professora Francisca Aragão diretora do núcleo regional de educação. 
João Maciel organizador e representante do Sinteac de Tarauacá, disse que ficou muito feliz em ter contribuído junto com a entidade para a realização de mais esse evento cultural. “Enquanto educador eu acredito que atividades com essa envergadura sociocultural deveriam ser mais rotineiras, pois, trata-se de um mecanismo importante para socialização e busca da cidadania plena.
INFORMAÇÕES DO BLOG JOÃO MACIEL

Nenhum comentário: