CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

domingo, 28 de novembro de 2010

Lado Bom:Juventude de Tarauacá se organiza, luta e resiste numa cidade que não lhe oferece oportunidades.


A grande maioria da sociedade tarauacaense, talvez, não se dê conta de que nossa juventude ainda não se rendeu e nem se acomodou diante das dificuldades que encontra em viver numa cidade que não oferece boas perspectivas de presente e de futuro para os jovens.

A maioria de nossos jovens não usa droga, não está nas ruas cometendo delitos, não são vagabundos e nem tão pouco está alienada diante dos desafios que a vida os apresenta.

Exemplo disso são os vários grupos de jovens que se organizam de diversas formas para viver o dia-a-dia. Eles não assaltam, não traficam e nem consomem droga, não planejam e nem executam roubos, não cobram pedágio, não estupram e nem matam.

Precisamos cuidar desses jovens que têm se organizado em grupos de dança, bandas de rock, grupo de capoeira, artes marciais, teatro, religiosos e outros.

Veja alguns grupos que você já ouviu falar e nunca deu a devida atenção:

Galera do Téras - que se reúne para tomar tererê, ouvir música e bater papo;

Grupo JCTK - Grupo de Jovens Juventude Católica de TK que se reúne para louvar a Deus e discutir a vida e o futuro dos jovens;

UMES - União dos Estudantes Secundaristas que defende os direitos da classe estudantil;

JPH - Juventude Padre Humberto - Que se reúne para louvar a Deus, promover trabalhos sociais, desenvolver atividades esportivas, promover passeios, discutir políticas para a juventude e se divertir;


UJS - União da Juventude Socialista que empunha bandeiras de lutas da juventude e propõe a organização de jovens estudantes, trabalhadores, artistas, esportistas, cientistas e intelectuais e que atua compreendendo e respeitando a diversidade da juventude. Esses jovens sabem que a juventude precisa participar da chamada luta política do município pois, entendem que a vida de toda sociedade e, especialmente dos jovens, dependem das decisões políticas. A UJS também atua atividades de formação política para a juventude, além de lazer e entretenimento.


A UJS de Tarauacá acaba de reorganizar sua direção e planejar suas atividades para o fechamento do ano de 2010. "Não devemos deixar que nosso futuro seja discutido e decidido somente pelos políticos e por isso insistimos em organizar a juventude para participarmos das decisões políticas que nos dizem respeito" comentou Leandro Simões membro da Coordenação Municipal da UJS.


O que está faltando em Tarauacá é os poderes públicos dispensarem a devida atenção a todas essas organizações juvenis e debater com elas o nosso futuro.

Nenhum comentário: