CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

HISTÓRIA E IMAGENS DA MINHA CIDADE: Tarauacá na internet

Tarauacá

Em virtude da emigração dos nordestinos a partir do ano de 1877, intensificou-se a exploração das terras do município. Em 1889 um grupo de imigrantes chega a confluência do rio Murú com o Tarauacá, fundando aí o seringal Foz do Murú, que em breve cresceu de importância uma vez que era aí o ponto de partida para as explorações dos altos rios. O marco inicial, porém, da verdadeira história do desbravamento desta região, a se ter notícia positiva, data do ano de 1890, quando fundaram um porto na confluência dos rios citados, denominando-o "Foz do Murú" ponto de partida para novas explorações.

Com a celebração do Tratado de Petrópolis, em 1903, as terras do município passam a integrar o território nacional. Em 1904, com a primeira divisão territorial administrativa dada ao Acre, Tarauacá passa a figurar no Departamento do Alto Juruá. A 01 de janeiro de 1907, Foz do Murú é elevada à categoria de Vila, com o nome SEABRA em homenagem ao então ministro da Justiça, Dr. José Joaquim Seabra. Em 1912, foi desmembrado do Departamento do Juruá, passando a constituir o Departamento de Tarauacá, criado que fora pelo Decreto nº 9831 e instalado a 19 de abril, sendo seu 1º Prefeito Cel. Antônio Antunes de Alencar.

Ainda pelo mesmo Decreto em 23 de outubro de 1912, foi criado o município com o mesmo nome do departamento, este instalado em 24 de abril de 1913, data em que Vila Seabra foi elevada à categoria de cidade. Já com a criação do município de Jordão, havendo redução de área e população do município de Tarauacá, deixando-o consequentemente mais pobre, em virtude da redução da cota do Fundo de Participação aos Municípios FPM, esta que representa a maior parcela na receita orçamentária local.

O município de Tarauacá originou-se do seringal Foz do Murú que foi criado na confluência do rio Tarauacá com o rio Murú. Com o passar do tempo, o local se transformou em povoado. Em 1907, o povoado foi transformado em vila e batizado de Seabra, nome do Ministro da Justiça e Interior da época. Em 1912, Tarauacá passou a ser município e recebeu o nome atual, em homenagem ao rio que banha a cidade. Tarauacá também é conhecida como a “terra do abacaxi gigante” porque o fruto produzido na região chega a pesar até 15 quilos.

O acesso ao município se dá através dos rios Tarauacá e Muru, BR 364 e via aérea por aviões pequenos. As principais atividades econômicas praticadas são: a pecuária, a agricultura e o extrativismo vegetal.

Tarauacá possui a quarta maior população do Estado e ocupa o terceiro lugar em extensão territorial. Limita-se ao norte com o estado do Amazonas; ao sul, com o município de Jordão; a leste, com o município de Feijó; a oeste, com os municípios de Cruzeiro do Sul e Porto Walter e a sudoeste, com o município de Marechal Taumaturgo.

BANDEIRA OFICIAL

BRASÃO


HINO (AINDA NÃO OFICIAL)


SIMBOLOGIA POPULAR: 
TERRA DA MULHER BONITA E DO ABACAXI GRANDE





IGREJA

PONTE SOBRE O RIO TARAUACÁ

INDIOS


RIOS: TARAUACÁ E MURÚ


LINKS PRA VOCÊ PESQUISAR SOBRE O MUNICÍPIO





4 comentários:

Anônimo disse...

Cidadezinha maravilhoooosa, quantas saudades tenho de Tarauacá.

Anônimo disse...

Tarauacá cidade linda,maravilhosa cheia de beleza e de encantos...Tu és privilegiada por sua coragem e glamor!!!Sublime e grandiosa não por ser grande mais por grandeza de beleza...Amhu tarauacá

Márcio Muniz Albano disse...

Olá Accioly... Tudo certo???
Legal o seu blog... principalmente para os tarauacaenses que estão na batalha por este mundo afora, como é o meu caso. Estou fazendo o meu mestrado em Economia na Universidade Federal de Pernambuco.
Mande um alô por mim para os nossos queridos conterrâneos e, sempre que possível, atualize este blog com imagens de nossa cidade.
Um abraço...
Márcio Muniz A. Bayma

Luís Flávio disse...

- O PROPÓSITO DESTE "GRUPO" É APROXIMAR A "FAMÍLIA ACCIOLY" E SEUS AFINS; EM CLIMA DE CONFRATERNIZAÇÃO ( IRMANIZAÇÃO! ) -

.................. -“UM SÓ CORPO! .....................

-------------- ( Efésios 4.1-32 ) ---------------

"UM POVO SEM MEMÓRIA É UM POVO SEM HISTÓRIA. E UM POVO SEM HISTÓRIA ESTÁ FADADO A COMETER, NO PRESENTE E NO FUTURO, OS MESMOS ERROS DO PASSADO"

(Emilia Viotti da Costa – historiadora brasileira)

... - Conheça a sua; Jamais renegue a sua origem! - ...

.............. Família "Accioly" no Brasil ..................

Por: Francisco Antonio Doria

( https://www.facebook.com/fadoria )

Origem da família Accioly.

Accioly, Accioli, Accioli, são variantes de Acciaioli, Acciaiuoli ou Acciajuoli, nome de uma família florentina patrícia, pertencente ao partido guelfo, de origens muito modestas e obscuras no século XII. Segundo a lenda, certo Gugliarello Acciaiuoli, de uma família de armeiros de Brescia (porque o nome se derivaria de acciaio, aço), sendo guelfo, teve que fugir de sua pátria devido às perseguições de Frederico Barbarroxa, que havia invadido a Itália.

Gugliarello chega a Florença em 1160, compra terras onde é hoje o Borgo de' S.S. Apostoli, e no Val di Pesa, onde edifica uma `casa di signore' nas ruínas do antigo castelo de Montegufoni. Era banqueiro, e comerciante de panos de lã.

Gugliarello é atestado em documentos (dois, se bem me lembro). O resto é fabulação, tirante as propriedades que se lhe atribuem (até hoje há, perto do castelo de Montegufoni, uma herdade de nome La Gugliarella). O nome da família pode derivar-se de accia, `meada' (eram comerciantes de panos), ou mesmo de acerola, pois há a forma `Azzaroli.' Era, de qualquer modo, um personagem modesto, embora rico, esse Gugliarello; uomo di bassa condizione.

https://www.facebook.com/groups/FamiliaAccioly/
7232