CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

segunda-feira, 30 de março de 2009

NOTÍCIA BOMBA DO SITE AC 24 HORAS:Prisão de Vando Torquato e de secretário pode ser decretada



30/03/2009 - 13:58
STJ nega liminar à Vando e seu secretário acusados de comprar bens particulares com dinheiro público

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Ari Pargendler, no exercício da Presidência, indeferiu a liminar com a qual Erisvando (Vando) Torquato do Nascimento e José Ulineide Benigno Gomes pretendiam impedir uma possível prisão. Ambos são, respectivamente, prefeito e secretário de finanças do Município de Tarauacá, no Acre. Foi instaurado inquérito policial contra os dois para apurar a suposta compra de bens particulares com dinheiro público.

A prisão provisória de ambos foi requerida pela Polícia Federal sob o argumento de que, soltos, eles poderiam prejudicar a produção de provas, intimidando funcionários e produzindo documentos que simulassem uma falsa realidade.

O pedido de prisão se baseia em investigação da própria Polícia Federal que identificou que Vando Torquato comprou com recursos públicos (cerca de R$ 60,000,00) os móveis de sua residência.

A desembargadora Miracele Borges, que recebeu o pedido, negou a prisão preventiva e encaminhou o pedido ao Mistério Público Estadual, onde se encontra sobre a responsabilidade da procuradora Patrícia Rego.

O caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça e hoje o pedido feito por Vando e seu secretário foi negado pelo ministro Ari Pargendler.

Segundo explica a decisão do ministro, a probabilidade de que o TJ Acre defira a prisão preventiva não dá ensejo ao pedido de medida liminar, pois não há ameaça iminente e objetiva à liberdade. Com isso a prisão preventiva dos dois pode ser decretada a qualquer momento.

Da redação ac24horascom informações do STJ

5 comentários:

Anônimo disse...

A justiça tarda mais não falha.

Anônimo disse...

É MAIS UMA QUE VANDO VAI DAR A VOLTA POR CIMA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Justiça que tarda falha. a roubalheira começou ha 4 anos, agora justiça como quem não quer, pegou no rabo do rato na que estava roendo em cima de uma mesa que custou 60,000,00 mil reais, valor suficiente para comprar o terreno que o moises, de forma humilhante, foi pedir para para construir a praça da juventude.

a mesa comprada com o dinnheiro do sofrido povo de Tarauacá, tava também para construir 4 casas populares para as familias sem casa para morar

Isaac Melo disse...

Olha só,
garanto que vou levar uma marmitinha a eles!

Anônimo disse...

"ainda tem gente que diz eita que prefeito bom".a frase "deixa o homem trabalhar" agora vai mudar de local o homem agora vai trabalhar com uma bola de ferro nos pés lá na Moacir Prado. edivan