CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sábado, 19 de julho de 2008

Médicos e acadêmicos lutam por revalidação (blog do edvaldo)


Médicos e acadêmicos brasileiros da Escola Latino-Americana de Medicina (Elam), em Cuba, mantêm a proposta de diagnosticar a situação da saúde pública nas regiões com maior deficiência de profissionais.
A análise será feita entre os dias 28 de julho a 9 de agosto, e envolverá cerca de 200 voluntários. O governo, através do ministro José Gomes Temporão (Saúde) comprometeu-se em ajudar o grupo com passagens e alimentação. Eles aproveitarão o período de férias para produzir um relatório que apontará o perfil epidemiológico de cada região, bem como as enfermidades mais freqüentes.

O documento auxiliará as prefeituras em seus programas de prevenção e pode abrir portas para a contratação futura destes médicos. Acre, Ceará, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Bahia são as unidades selecionadas.

Nesta terça-feira (15), no Congresso Nacional, a deputada Perpétua Almeida reafirmará seu apoio aos formandos, que lutam há vários anos pela revalidação de seus diplomas no Brasil. "O governo brasileiro tem consciência de que em mil municípios deste país não existe um médico sequer. Em outras 3 mil cidades, o número de profissionais é menor que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde. Acreditamos que aproveitar esta mão-de-obra é, antes de tudo, uma questão de bom senso", defendeu a deputada.

Os acadêmicos organizaram com seus próprios recursos o IV Encontro dos Estudantes e Médicos Formados em Cuba, que se encerrará na quarta-feira. Em torno de 150 pessoas, dentre eles, médicos graduados, estudantes de vários Estados do Brasil, inclusive do Acre, irão reforçar a crítica ao grupo interministerial criado para acelerar o processo de reconhecimento dos diplomas pelas universidades federais brasileiras. Até mesmo o Itamaraty já se manifestou favorável à causa dos acadêmicos.

"Há uma lentidão enorme, apesar das promessas que foram feitas pelos ministros Temporão (Saúde) e Fernando Hadad (Educação), de que 2008 seria o ano da revalidação. Inevitavelmente, teremos que definir uma estratégia de pressão alternativa", disse o estudante do sexto ano, Janilson Lopes Leite, coordenador da Associação dos Estudantes Brasileiros em Cuba.

No encontro, eles debaterão os avanços obtidos até o momento, inclusive reconhecendo o apoio total que os médicos e estudantes obtiveram do PCdoB e do PT no congresso. A Comissão de Relações Exteriores, da qual Perpétua Almeida é vice-presidente, também aprovou relatório do deputado Nilson Mourão favorável á revalidação.

Nenhum comentário: