CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

“É tanta dor”, diz pai de Dr Baba, assassinado em Feijó


Lúcido e de voz mansa, o ex seringueiro e soldado da borracha Raimundo Ferreira França, de 77 anos, falou com exclusividade ao Acrenews, sobre a morte do filho, o médico Rolsado de Aguiar França, o doutor Baba.

Cearense, “seu” Raimundo mora no Acre desde 1933. Pai de oito filhos, ele relembrou a perda do filho, assassinado dia 27 de outubro de 2018, em Feijó, aos 49 anos.

“Sinto tanta dor. Lembro dele todos os dias. Se fosse uma morte morrida, mas foram buscar ele pra matar”, diz o aposentado".

Seu Raimundo disse que vendeu parte do rebanho de gado que possuía para formar o filho em medicina. E revelou a origem do apelido que doutor Baba carregou a vida toda. ”Ele babava muito. Usava chupeta e a baba escorria pelo canta da boca”, contou dando gargalhadas.

Em Tarauacá, cidade onde mora, seu Raimundo ainda não conhece uma obra de arte que fizeram para homenagear o filho. Um artista local contratado pela prefeitura pintou o médico na parede da frente da maternidade da cidade. “Eu não vi essa foto, mas já me falaram”, revelou. 

No último domingo (9), dias dos pais, seu Raimundo disse que a lembrança do filho veio mais forte do que nunca.

da redação do acrenews

Nenhum comentário: