CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

segunda-feira, 22 de junho de 2020

"Quem disse que o comércio está fechado? Quem está querendo enganar a quem?", diz Gladson


O governador Gladson Cameli tem consciência de que o decreto de isolamento social e que proíbe atividades não essenciais não é cumprindo como deveria. Durante a coletiva de inauguração do hospital de campanha de Cruzeiro do Sul neste domingo (21) ao lado do prefeito Ilderlei Cordeiro e secretários, Cameli disse que prefere apelar para a consciência das pessoas sobre o perigo da Covid-19 do que usar a força do Estado.

"Quem disse que o comércio está fechado? Tô errado? Quem está querendo enganar a quem? Eu passei lá no Morro, e estão lá... Aí eu vou mandar o policial ir lá e tirar o pessoal na marra, pra quê? Pra dar escândalo? Pra dar mais confusão ainda?! Ninguém tem a consciência? O problema é que ninguém acha que vai acontecer consigo. Aí depois vai chorar o leite derramado. Não adianta", afirmou.

Gladson adiantou que vai lançar nesta segunda-feira o plano “Convivo sem Covid”, que é um conjunto de diretrizes voltadas ao controle, estabilização e redução da curva do novo coronavírus, e falou em passar parte da responsabilidade do enfrentamento à doença e o retorno gradual do comércio aos perfeitos.

Hospital de campanha de Cruzeiro

Entregue neste domingo, 21, pelo governador Gladson Cameli, 40 dias após seu lançamento inicial, o hospital de campanha de Cruzeiro do Sul foi batizado de João Luiz Angelim, médico Urologista que morreu vítima de covid-19 no dia 3 de junho em Rio Branco. João Angelim era natural de Belém (PA) e morava em Cruzeiro do Sul.

A unidade voltada a atender pacientes com covid-19 no Juruá custou aos cofres públicos R$ 4, 1 milhões. Foram instalados no prédio de dois pavimentos, 60 leitos de enfermaria, 10 UTIs e 20 leitos semi-intensivos.

Por Luciano Tavares
Notícias da Hora

Nenhum comentário: