CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 23 de março de 2018

TARAUACÁ: Artigo: quando se faz jornalismo de forma responsável os frutos são incontestáveis

A matéria do jornalista Raimundo Accioly, no Portal Tarauacá, na qual mantenho uma coluna, noticiando o encarceramento de uma jovem de 19 anos na penitenciária feminina da cidade, porque dirigia sob efeito de álcool e não possuía habilitação (CNH) foi a chave para o seu habeas corpus, concedido pelo egrégio juiz da comarca do município.
Radilene Lima Silva, 19 anos, foi encaminhada ao Presídio Feminino há 17 dias, por um crime de trânsito. No início do mês, sem habilitação e sob efeito de álcool, ela dirigia uma moto e causou um pequeno acidente batendo num veículo. Foi presa, encaminhada ao presídio, pois, não tinha os R$5.000,00 (cinco mil reais) da fiança estabelecida pelo delegado.
A notícia publicada na quarta-feira (21) neste Portal pelo seu editor, sensibilizou juristas filhos de Tarauacá, um deles, inclusive ingressou no TJAC com um HC, o mérito sequer chegou a ser julgado, uma vez que o magistrado Dr. Guilherme Fraga determinou a soltura da estudante e mãe, deixando-a responder em liberdade.
Por que a matéria foi a chave para a liberdade da estudante? Porque sem essa matéria poucas pessoas teriam tomado conhecimento, principalmente o juiz que determinou sua soltura. Ao trazer à tona a prisão da jovem, Accioly deu-lhe a ela por intermédio do bom jornalismo um acompanhamento jurídico, pois o advogado Luís Mansueto (Lulinha) se dispôs a acompanhar o processo dela sem ônus.
Lembrando que a liberdade provisória não significa perdão da pena, mas já é um bom sinal que a pena pode vir ser convertida em medidas que não seja o xadrez.
ACCIOLY- é do tipo de gente que trabalha na comunicação por amor a causa, porque em vez de ter lucro com o jornalismo ele tem gasto. Já são trinta anos de rádio e outros dez de blogueiro. Não à toa sua página é a mais acessada da região. Mais de dez milhões de visualizações.
Por Leandro Matthaus  

Nenhum comentário: