CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Secretário de Educação do Governo do Acre, se pronuncia sobre greve de professores e funcionários de apoio

Secretario de Educação Daniel Zen

Desde o início da semana, professores e funcionários da rede estadual de ensino e das escolas municipais de Rio Branco estão em greve por tempo indeterminado. 

Diariamente, os trabalhadores da educação se concentram em frente ao palácio Rio Branco, para protestar contra o governo e discutir os rumos do movimento.

Nesta quinta-feira, 27, o secretário estadual de Educação ,Daiel Zen, falou sobre o movimento de greve. Ele explicou que o governo continua aberto ao diálogo com a categoria e aguarda uma contraproposta dos sindicatos em relação ao que foi apresentado durante as reuniões de negociação.

“A greve até então está mantida pelos sindicatos, mas há uma expectativa boa da parte do estado, que nesse momento está aguardando uma nova proposta oficial dos sindicatos, a hora que eles trouxerem uma nova proposta de maneira oficial o estado vai se debruçar sobre ela e analisar”, declarou Zen. 

Os principais pontos da pauta de reivindicação dos sindicatos são reajuste salarial, reestruturação do PCCR, isonomia salarial entre efetivos e provisório e concurso público. Neste último item, o governo já acenou positivamente, mas qualquer outra demanda que possa onerar a folha de pagamento só poderá ser negociada em novembro, para ser implementada no ano que vem. 

Ainda de acordo com o secretário, a greve é um direito legítimo dos trabalhadores, mas deverá causar transtornos principalmente para os alunos que estão com as aulas suspensas. Independente do tempo que a greve vai durar a secretaria já estuda mudanças no calendário letivo para que os prejuízos sejam minimizados.

“Talvez aulas nos sábados ou sacrificar alguns feriados, porque isso sempre acontece no sentido de repor a carga horária, a quantidade de dias letivos não pode ser prejudicada”, afirma o secretário.

Rogério Wenceslau, Da TV Gazeta

Nenhum comentário: