CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Acidente com presidente do PT em Feijó causa estranheza a moradores


presidente_do_pt_de_feij.gif

Diante do acidente inexplicável, o corpo do líder e fundador do PT em Feijó, foi submetido a uma necropsia em Rio Branco, a polícia aguarda o resultado. 

José Nilson Thaumaturgo Ferreira, 56 anos, que também era coordenador do Programa Luz Para Todos em Feijó, saiu na noite de 25 de abril, em uma motocicleta modelo Biz com destino a Tarauacá, levando na garupa, sua esposa a vereadora petista, Marleide Dourado. Depois de percorrer 6 quilômetros, o casal foi encontrado pro motoristas na margem da BR-364. José Nilson não resistiu aos ferimentos e morreu, a mulher dele sofreu uma forte pancada na cabeça.

Moradores de Feijó e principalmente familiares do casal, ainda tentam entender os fatores que determinaram o acidente. Aparentemente não houve colisão, já que não existe, pelo menos a princípio, o envolvimento de um segundo veículo. No local, a rodovia não apresenta buracos, e segundo informações da família, os peritos de forma preliminar, disseram que as características indicam que a motocicleta estava com pouca velocidade, menos de 40k/h. O que também intriga a própria polícia são os ferimentos encontrados no corpo de José Nilson, ele sofreu afundamento de crânio e no abdômen, além de outros traumas graves.

Segundo a família, Marleide ainda não tem condições de explicar o que aconteceu, disse apenas que apoiava a cabeça no ombro do marido durante a viagem, quando de repente Nilson teria dito: “Se segura”. Em seguida a vereadora conta que viu um clarão e não consegue recordar mais nada.

Diante de tantas incertezas, o corpo do líder partidário foi levado a Rio Branco onde foi submetido a uma necropsia, o resultado está sendo aguardado. O delegado de Feijó, Jetúlio Monteiro, disse que a polícia trabalha com todas as hipóteses, mas ele acredita mesmo que tenha ocorrido um acidente, mas para ter a conclusão ele espera o resultado da necropsia.

www.tribunadojurua.com - Genival Moura 

Nenhum comentário: