CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

TARAUACÁ: DISPENSADO E SEM RECEBER HÁ DOIS MESES, BOLSISTA PEDE QUE PREFEITO CUMPRA COM SEUS COMPROMISSOS ASSUMIDOS


No final do mês de julho, o prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno, assinou o documento que oficializou a contratação de 108 estagiários que estudam da rede pública de ensino (Dr. Escola Djalma da Cunha Batista, IFAC e Instituto Dom Moacyr), através de convênio entre o Município e o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola). O ato aconteceu numa cerimônia realizada no Teatro Municipal José Potyguara. Os alunos selecionados passaram a atuar nas secretarias de Educação, Saúde e Administração através do Programa de Estágios.

Sem receber há dois meses e dispensado do programa logo após a eleição e a derrota do atual prefeito, um jovem, que pediu pra não ter seu nome revelado, mandou um Email ao blog, denunciando essa situação.   

"Caro Accioly. Sou bolsista da Prefeitura e estou a 2 meses sem receber. E ontem recebi a carta de demissão, sendo que constam esses 2 meses de serviços prestados em atraso. Queria vim por meio deste pedir encarecidamente ao nosso prefeito que cumpra com seus compromissos, porque ao disponibilizar essa vaga de bolsista e junto uma remuneração , nos também assumimos compromissos que queremos honrá-los como nos foi ensinado".

ESTÁGIO E BENEFÍCIOS

Os estagiários firmaram um “Termo de Compromisso” com a Prefeitura, podendo ser extinto a qualquer momento, por iniciativa da Administração Pública Municipal ou do estagiário, sem qualquer ônus. Sempre que o estágio tiver duração igual ou superior a 1 ano, será concedido ao estagiário um período de recesso remunerado de 30 dias, preferencialmente durante as férias escolares. Nos casos de estágio com duração inferior a 1 ano, os dias de recesso serão proporcionais.

O setor que solicitar o estagiário será responsável pela indicação do supervisor do estágio, que ficará com a incumbência da orientação e avaliação de desempenho do estudante, cujo objetivo é buscar o aperfeiçoamento do estágio.

O convênio prevê o fornecimento de uma bolsa-auxílio que deve chegar ao valor de R$ 600,00 (seiscentos reais). Além disso, o CIEE é responsável por todo o processo seletivo e documentação dos estagiários, sempre obedecendo à demanda a ser solicitada pelo Município.

O Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE é uma associação filantrópica de direito privado, sem fins lucrativos, beneficente de assistência social e reconhecida de utilidade pública que, dentre vários programas, possibilita aos jovens estudantes brasileiros, uma formação integral, ingressando-os ao mercado de trabalho, através de treinamentos, programas de estágio e aprendizado.

Nenhum comentário: