CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sexta-feira, 27 de abril de 2018

TARAUACÁ: Após prisão de secretário, Procuradoria revida contra petista


A prefeita Marilete Vitorino (PSD) não apenas ameaçou, mas está cumprindo com o que disse na Câmara de Vereadores, um dia após o seu secretário ter sido preso sob acusação de peculato.
A prisão em flagrante do secretário de agricultura do município ocorreu após denúncia dos vereadores Carlos Tadeu (PCdoB) e Raquel Souza (PT). No dia seguinte, em visita ao parlamento, a gestora disse que os edis lhe ensinaram a denunciar, bem como o que estava oculto da gestão passada seria levado ao conhecimento da Justiça.
Não demorou muito para a procuradoria do município que é subordinada ao gabinete da gestora entrar com duas ações na justiça contra o ex-prefeito petista Rodrigo Damasceno. Na peça, o procurador Everton Frota além de pedir a condenação do petista pelos supostos crimes, pede a devolução de recursos públicos e também a cassação dos direitos políticos de Rodrigo.
A jogada não tem apenas o intuito de revanche político, contudo, visa 2020. Apesar da rejeição que saiu da prefeitura, prova disso foi o tamanho da derrota nas urnas em 2016, Rodrigo ainda é uma ameaça real para a gestora no próximo pleito.
Em 2012, Marilete perdeu a reeleição para o petista. Quatro anos depois o jogo se reverteu. Todavia, a prefeita ainda não mostrou para o que veio, pois, a cidade parece cenário de filme de guerra. O ano letivo ainda nem começou na zona rural. Ela tem feito tudo ao contrário daquilo que se esperava.
A ideia é aquilhar por qualquer via que seja, no momento, a Justiça é a mais fácil. Nesse imbróglio todo de revanchismo, Rodrigo tem pago o pato pelo colega de partido, autor da denúncia.  Que também deve ser um dos próximos alvo da metralhadora da Procuradoria junto com o seu irmão, Carlos Gomes, ex-secretário de Educação da gestão petista.
Por Leandro Matthaus

Nenhum comentário: