CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

TARAUACÁ: NA CÂMARA, VEREADORA JANAINA FURTADO DEBATE SOBRE MERCADO DO PEIXE, REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E DEFENSORIA PÚBLICA

Vereadora Janaina furtado - Rede Sustentabilidade 
Assessoria - Na sessão desta terça feira, 21/02, a vereadora Janaina Furtado usou a tribuna da câmara para apresentar uma proposição (indicação) onde a parlamentar pede que o poder executivo retome a gestão do mercado do peixe e busque os meios legais de compartilhar o uso do espaço com a Colônia de Pescadores Z2, legítima representantes dos pescadores do município. 

Vereadora Janaina apresenta indicação para poder executivo
TEXTO DA PROPOSIÇÃO DA VEREADORA - "Indico, após manifestação do plenário, que a prefeitura de busque os meios legais para retomar a responsabilidade da gestão do mercado do peixe para o poder executivo e, em seguida, promova as ações necessárias para que o mesmo seja cedido através de um termo de concessão de uso ou instrumento legal semelhante, para a Colônia de Pescadores Z2 de Tarauacá. Atualmente o mercado está cedido para a COOPTAR - Cooperativa dos Piscicultores, Produtores, Agricultores Familiares Extrativistas e Ribeirinhos de Tarauacá. Em conversa com o seu presidente ele informou que a entidade tem interesse de devolver para a prefeitura o direito de gerenciar o espaço".

Janaina no Iteracre
Em sua fala no grande expediente, Janaina informou que durante a semana esteve no escritório local do ITERACRE onde conversou com o representante do órgão, Romário Costa, sobre a regularização fundiária no município, especialmente nos Bairros Corcovado e Conquista. 

Janaina na defensoria pública
Ainda em seu pronunciamento, a vereadora disse que visitou a Defensoria Pública do município que está há mais de 2 anos sem um defensor. "Conto com a ajuda de todos os meus colegas vereadores para que possamos juntar nossas forças em busca de resolver essa situação da falta de um defensor em nosso município. A população mais pobre não tem condição de pagar advogado é a que mais sofre", afirmou. 

Nenhum comentário: