CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

TARAUACÁ: CRIADOR DA 'TEORIA DO ENRIQUECIMENTO ACELERADO' DARÁ INÍCIO À PARTE PRÁTICA DO TRABALHO

Professor e Economista Edson Menezes
Contagem regressiva.
 
Está chegando a hora mais esperada por todos, sobre a "Teoria do Enriquecimento Acelerado". criada pelo Professor Edson Menezes, um economista formado pela UFAC que depois de nove anos de estudos e pesquisas a respeito da pobreza e das desigualdades sociais no Brasil, chega à conclusão de seu trabalho cientifico para reduzir a mesma. 

Edson será a própria cobaia da experiência
Edson, um baiano radicado em Tarauacá há muitos anos, é o criador da TEORIA DO ENRIQUECIMENTO ACELERADO, fundamentado nos estudos da Adam Smith, Karl Marx, Lavoisier e da Teoria do consumidor. Sua tese baseia-se em quatro pilares básicos e indicadores da economia que deram forma à TEORIA DO ENRIQUECIMENTO ACELERADO.

1 - A margem de sacrifício igual ou superior 50% da renda do individuo; 

2 - O investimento no domínio de todas as etapas possíveis de uma cadeia produtiva;

3 - O cruzamento entre cadeias produtivas diferentes que se completam;

4 - A reprodução de novos ciclos de investimentos a partir dos excedentes econômicos dentro de períodos pré – estabelecidos;


VEI COMEÇAR A PARTE PRÁTICA - Para aqueles que acreditam, os que não 'botam fé' e para aqueles que estão em 'cima do muro', o professor promete provar na prática a eficiência da teoria.  Será que vai da certo?Ou será que vai da errado? É o que saberemos em breve. 

Neste primeiro dia de março de 2017, o professor dará início a parte empírica da teoria, ou seja, a prática e seus resultados.

O Professor Edson Menezes, além de criador será o próprio cobaia da experiência. 

O que irá acontecer? 
Será que o professor vai ficar rico ou continuará pobre?

Só o tempo dirá. Por isso, convocamos todos os curiosos que acompanhem os trabalhos daqui para frente e sejam testemunhas oculares deste feito, que tem por objetivo diminuir as desigualdades sociais do município, num futuro bem próximo.

Nenhum comentário: