CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

DEPUTADO MOISÉS DINIZ LUTA POR NOVO APARELHO DE RADIOTERAPIA

Assessoria - Em reunião no Ministério da Saúde, o deputado Moisés Diniz (PCdoB) apresentou ao Coordenador de Atenção às Pessoas com Doenças Crônicas, Sandro Martins, a preocupação do governo do Acre com o tratamento de radioterapia, ameaçado de sofrer interrupção, porque a empresa que venceu a licitação para as obras de instalação e aquisição do novo aparelho, abriu mão do contrato, alegando não ter capacidade técnica e financeira para realizar o empreendimento.

O governo do Acre tem recursos assegurados no Ministério da Saúde, na ordem de 6 milhões de reais, para substituir o atual aparelho de radioterapia.

"O funcionamento do aparelho atual, a base de energia nuclear, está calculado para realizar tratamentos até fevereiro ou março do próximo ano", informou Moisés.

Em abril desse ano, a empresa vencedora da licitação deveria ter iniciado as obras para a instalação do Acelerador Linear. Um novo equipamento, mais moderno e de maior qualidade, que vai atender os pacientes acreanos.

Pelos prazos acertados em contrato, a inauguração do novo aparelho deveria se dar no final desse ano. 

O deputado Moisés Diniz, acompanhado do deputado estadual Raimundinho da Saúde (PTN), conseguiu o compromisso do Ministério da Saúde para que, até o final do ano, estará habilitando a empresa classificada em segundo lugar na licitação, para assinar o novo contrato.

"É inaceitável que o Ministério da Saúde tenha perdido dez meses, apenas para desabilitar uma empresa e chamar outra, numa área tão vital como o tratamento de câncer", reclamou o parlamentar do PCdoB.

As obras e aquisição do equipamento se darão ao longo de 2017 e que o novo aparelho estará pronto para entrar em funcionamento a partir de dezembro do próximo ano. 

Para não interromper o atendimento às pessoas que precisam do tratamento com radioterapia, o Ministério da Saúde trabalhará para adquirir a peça de energia nuclear (bateria de cobalto) que fará com que o equipamento em uso hoje no Acre, possa continuar sendo utilizado normalmente até que o novo esteja em condições de operação.

Os deputados Moisés Diniz e Raimundinho da Saúde sugeriram ao Ministério da Saúde que, mesmo com o novo equipamento funcionando, seja mantido o atual em atividade, para ampliar os atendimentos e no caso de necessidade de deligar um deles para manutenção, o outro possa realizar os procedimentos sem interrupção dos tratamentos. 

O Coordenador Sandro Martins concordou com esse procedimento e ficou acertado que uma vez concluída a instalação do Acelerador Linear, o Acre passará a contar com dois aparelhos de radioterapia.

Moisés Diniz vai envolver o senador Jorge Viana, para pedir ao Ministro da Saúde agilidade na substituição da bateria de cobalto, sem que os pacientes acreanos corram risco de interrupção nesse procedimento tão importante para salvar vidas.

Nenhum comentário: