CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

TARAUACÁ: Agean Oliveira “o Caki” é o primeiro cadeirante candidato a vereador em Tarauacá


O pleito de 2016 em Tarauacá ficará marcado na história política da cidade pelos acontecimentos inéditos. O primeiro, a candidatura de duas mulheres ao cargo de prefeita; o segundo, a candidatura de um cadeirante a um cargo eletivo durante os mais de cem anos de emancipação política de Tarauacá. 

Agean da Silva Oliveira, 33 anos, é o primeiro cadeirante a disputar uma das onze vagas do legislativo na terra do abacaxi. Agean é conhecido na cidade pelo pseudônimo de Caki. O postulante ao cargo de edil é filiado ao PHS- partido humanista da solidariedade. 

Agean não nasceu com deficiência. O que lhe levou a cadeira de roda foi um acidente. Ele contou que em 2004 estava fazendo um trabalho na sua propriedade rural na BR-364, montado num cavalo quando sofreu o acidente que lhe deixou paralitico. “Eu tinha uma propriedade rural na BR-364, criava gado, certo dia estava puxando um boi montado no cavalo numa ladeira. É o que lembro. Não sei ao certo como foi o acidente”. 

O cadeirante conta que viajou para vários lugares do país em busca de conseguir reverter a situação, contudo, não obteve êxito. “Viajei para vários lugares do país em busca de reverter a paralisia das minhas pernas. Mas a minha ficha caiu definitivamente lá no hospital do Maranhão, quando o médico me disse que o quadro era irreversível”. 

Blog Tarauacá Agora: Depois de dez anos já superou o trauma? 

Agean “Caki”: Não. As pessoas me ver sempre sorrindo, mas não sabem o vazio que tem dentro de mim. 

Blog Tarauacá Agora: O que te levou a entrar na política? 

Agean "Caki": Depois do acidente eu trabalha como sacoleiro, e depois montei uma banca para vender bombom. Lá na banca, eu e meus amigos que também são cadeirantes falávamos muito da falta de políticas públicas para os deficientes. Mesmo tendo leis que nos amparem, na prática não funciona. 

Diante de todas essas dificuldades resolvi pôr meu nome para a apreciação dos eleitores tarauacaenses. 

Blog Tarauacá Agora: Caso seja eleito o que fará para mudar essa realidade? 

Agean “Caki”: Meu slogan é “na luta pela inclusão social justa”. Ou seja, que todos os deficientes possam ter acessos as políticas públicas. Eu sei que não vou resolver todos os problemas, porém, tenho convicção que sendo eleito vou lutar por essas melhorias, pois não tem ninguém que fale por nós. 

Agean sobrevivi com o dinheiro da aposentadoria por invalidez, é pai de uma menina, e tem o ensino médio completo. 


Independentemente do resultado nas urnas, Agean já é um vencedor por ter tido a coragem de acreditar que é possível fazer alguma coisa, mesmo suas condições físicas lhe impondo limites. 

Por Leandro Matthaus/ leandro23333@gmail.com

Blog Tarauacá Agora 
Fotos: Accioly Gomes 

Nenhum comentário: