CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Davi Friale prevê chuvas e temporais durante a semana

O tempo seco e ensolarado começará a dar lugar para dias úmidos, com chuvas e temporais, no Acre, em Rondônia, em Mato Grosso, em Goiás, no Distrito Federal, no Amazonas, na Bolívia e no Peru, informou o meteorologista Davi Friale no site O Tempo Aqui nesta segunda-feira, 15.

Durante esta semana, até por volta do próximo domingo (21/8/2016), as condições atmosféricas estarão favoráveis à ocorrência de chuvas passageiras que, em alguns pontos, poderão ser acompanhadas de temporais, com raios e fortes ventanias, na Amazônia ocidental e no Centro-Oeste brasileiro.

A causa principal é mais uma massa de ar úmido, originária do oceano Atlântico, que começa a chegar em forma de pulsos, provocando o surgimento de nuvens carregadas, devido à rápida elevação do ar quente da superfície.

Outro fenômeno marcante será a aproximação e posterior chegada de uma frente fria no final desta semana, que deverá provocar chuvas generalizadas, principalmente, no Acre, em Rondônia, em Mato Grosso, no sul do Amazonas, na Bolívia e no Peru.
Toda essa chuva que se aproxima deverá amenizar sensivelmente a situação dos rios que estão com seus níveis muito baixos. No caso do rio Acre, cujo nível, em Rio Branco, já vem aumentando, a cada dia, por causa das chuvas intensas da semana anterior, terá um aumento ainda maior na próxima semana.

Como aconteceu na semana passada, chuvas fortes e volumosas, embora passageiras, deverão cair desta vez não só no Acre, mas, também, em Rondônia, no Amazonas e em áreas de Mato Grosso, de Goiás, do Distrito Federal, da Bolívia e do Peru. Essas chuvas poderão cair em qualquer dia desta semana, mas as mais intensas deverão ocorrer a partir da quinta-feira, dia 18, principalmente, no Acre e em Rondônia.

No final desta semana, uma intensa onda de frio atingirá o Brasil e, muito provavelmente, chegará, embora enfraquecida, ao Acre, Rondônia e Mato Grosso. As temperaturas vão despencar desde o Rio Grande do Sul até o Rio de Janeiro, com possibilidade de geadas generalizadas em muitas áreas.

Nenhum comentário: