CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

sábado, 30 de julho de 2016

Tribo Ashaninka figura em enredo inicial da nova novela de Glória Perez

O núcleo de direção da novela À Flor da Pele (Rede Globo) – nova trama da escritora acreana Glória Perez – esteve no Acre nos últimos dias, para gravar algumas cenas do enredo inicial, que se passa na Terra Indígena (TI) Ashaninka Kampa do Rio Amônia, em Marechal Thaumaturgo, no Vale do Juruá. As filmagens foram feitas na Aldeia Apiwtxa.

A novela vai mostrar a cultura, costumes, crenças e tradições do Povo Ashaninka do Acre (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Nesta quinta-feira, 28, o grupo composto por 11 pessoas, acompanhado pelo diretor da trama, Rogério Gomes, se reuniu com o governador Tião Viana, na Casa Civil. A novela, que está programada para ir ao ar em março de 2017, no horário nobre da Globo, às 21h, promete mostrar para o país inteiro um pouco da cultura, costumes, crenças e tradições do povo Ashaninka do Acre.

“Viemos pro Acre fazer as primeiras gravações, já que na dramaturgia, a Glória escreve, no início da novela, a história de um índio ashaninka encontrando duas crianças que foram perdidas numa tempestade amazônica. Esse índio sabe do sonho que as duas crianças tiveram simultaneamente e diz que tem um significado que vai perdurar a novela inteira”, conta o diretor.

O grupo relatou a Tião Viana como foram os dias na aldeia, a recepção, o trabalho e o contato com os ashaninkas, um povo que, segundo eles, tem um diferencial enorme, uma simplicidade indiscutível e uma cultura amplamente preservada.

“Filmamos as primeiras cenas na tribo e vamos levar pra Glória, incluindo outras imagens para que ela veja onde podem ser inseridas. Pra gente a experiência na aldeia foi sensacional. É um lugar onde todos são iguais e há uma espiritualidade muito grandes. Chegamos aqui de uma forma e estamos saindo de outra. É uma visão de vida muito diferenciada”, disse Gomes.
Do Acre para o Brasil

A diretora-presidente da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), Karla Martins, destacou que é um orgulho para o Acre ter uma leitura da cultura do povo ashaninka exibida para todo o Brasil. “É uma leitura da Glória, nossa grande novelista, sobre um povo daqui, uma cultura genuinamente acreana nessa interface de fronteira com o Peru e que será fundamental no enredo da novela”, pontua.
À Flor da Pele

À Flor da Pele irá substituir A Lei do Amor, de Maria Adelaide Amaral, que tem previsão de estreia para setembro, no lugar de Velho Chico. Os primeiros capítulos terão cenas na Amazônia, com gravações iniciais no Acre e Amazonas.

Após a minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, está é a segunda vez que Glória Perez mostra para o país a cultura acreana (Foto: Divulgação)
Vale lembrar que em 2007, o país inteiro se emocionou com a minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, escrita por Glória e que retratou a história do Acre – o último estado a ser anexada à nação brasileira.

Agência - Acre

Nenhum comentário: