CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

TARAUACÁ: PARQUE INDUSTRIAL E PÓLO MOVELEIRO DEVEM SER INAUGURADOS EM 2014

Secretário Edvaldo com marceneiros e construtores navais de Tarauacá
Secretário Edvaldo Magalhães esteve neste final de semana em Tarauacá, reunido com o marceneiros e construtores navais do município, para um balanço das atividades do Governo do Estado através da SEDENS.

Há cerca de três anos, marceneiros eram tratados como "foras da lei", devido suas marcenarias não estarem legalizadas. Tinham que comprar e transportar madeira, principal matéria prima, de forma clandestina. Processos e multas aconteciam regularmente. Muitos deles pensaram em desistir da atividade.

O primeiro trabalho da SEDESNS, foi juntar todos os marceneiros e começar um processo de legalização coletiva das pequenas industrias. Hoje a realidade é outra. Todas as marcenarias estão legalizadas. Some-se a isso, a construção do Pólo Moveleiro com 12 galpões, que serão cedidos aos profissionais para instalação de seus equipamentos. "Nós construímos um programa que foi primeiro de acolhimento, porque era um setor que vivia na clandestinidade, de certa forma perseguidos, tratados não como profissionais de uma das atividades mais antigas da humanidade que é de carpinteiros,  e sim como aqueles que estavam promovendo a ilegalidade. Resgatamos o diálogo e construímos um programa que legalizou todo esse setor e fomos em busca de resolver os problemas estruturais que eles estavam sofrendo. Daí a construção do parque industrial e do pólo moveleiro de Tarauacá que devem ser inaugurados ainda este ano. Também trabalhamos a legalização para o fornecimento da madeira, apoiando manejos comunitários, como parte importante do desenvolvimento da economia florestal e disponibilizar de forma volumosa a matéria prima, sem ninguém ter que sofrer constrangimento em função disso. Outro aspecto é a modernização do setor e adquirimos equipamento para os construtores navais. São mais de 380 marcenaria em todo o estado que receberam equipamentos para poderem aumentar sua produção" falou Edvaldo.

Assessoria SEDENS

Nenhum comentário: