CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Na Aleac, Walter Prado denuncia onda de violência em Tarauacá

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Walter Prado (PEN), usou a tribuna do parlamento para denunciar o suposto aumento da violência no município de Tarauacá.

Prado afirmou que nas últimas 24 horas foram registrados mais de 20 arrombamentos a residências e ocorreu também uma violação a um túmulo no cemitério local.

“Até mesmo o cemitério está sendo palco de vandalismo. Violaram o túmulo do jovem Leandro, assassinado recentemente”, diz.

Prado afirmou, ainda, que medidas de seguranças devem ser tomadas de imediato para pôr fim à onda da violência.

“Não tem mistério, o jeito é colocar policiamento na rua e neste caso não adianta ser polícia investigativa, tem que ser a Policia Militar na rua”, diz.

Astério Moreira (PEN) apoiou o discurso de Walter Prado e disse que este é um padrão no País inteiro.

“É um absurdo o que acontece aqui com relação à violência, assim também como em Porto velho e no resto do país”.

O líder do governo na Aleac, Moisés Diniz (PC do B), propôs que a Comissão de Constituição e Justiça e a Comissão de Direitos Humanos realizem uma audiência pública em Tarauacá, na próxima sexta-feira (30), para ouvir a comunidade local e autoridades sobre a violência naquela cidade.

Wherles Rocha, líder do PSDB no parlamento, apoiou a sugestão do líder comunista e afirmou que é necessário o engajamento de toda a sociedade para pôr fim à onda de violência que assola o Estado.

Gina Menezes, da Agência ContilNet

Nenhum comentário: