CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Semana da Conciliação 2010: TJAC agendou mais de 2 mil audiências em todo o Estado.

conciliacao_acre

O Tribunal de Justiça do Acre possui 2.055 audiências agendadas em todo o Estado para a Semana Nacional de Conciliação, a ser realizada no período compreendido entre 29 de novembro a 3 de dezembro deste ano. Contando com um quantitativo de aproximadamente 300 participantes, entre magistrados, servidores e voluntários, o Movimento pela Conciliação objetiva realizar o máximo de conciliações possíveis, promovendo acordos entre as partes litigantes e a resolução rápida de conflitos.
Os trabalhos durante a Semana da Conciliação serão desenvolvidos nos próprios fóruns das comarcas acreanas, no horário de 8h às 18h, junto com o expediente forense normal. Em Rio Branco, a maior comarca do Estado, o TJAC concentrará a realização de audiências em dois locais: no Fórum Barão do Rio Branco, no Centro da cidade, e nos Juizados Especiais Cíveis, localizado no bairro Bosque.
No prédio dos Juizados Especiais Cíveis estarão concentradas audiências da Justiça Estadual, Justiça do Trabalho e da Justiça Federal, mediante uma parceria estabelecida entre os dirigentes dessas três instâncias da Justiça no Estado. O objetivo é facilitar o atendimento do cidadão e demonstrar a união dos órgãos de Justiça em torno de um único objetivo.
O Movimento pela Conciliação, coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça, visa tornar mais rápida e efetiva a prestação jurisdicional, além de promover a cultura da paz e do entendimento. No ano de 2006 foi organizado um dia de mobilização nacional pela conciliação, evento de grande sucesso em todo o País. Em função do elevado número de questões pacificadas durante a atividade, nos anos subseqüentes, os tribunais brasileiros passaram a se mobilizar ao longo de uma semana. Esta semana de atividades, mais conhecida como Semana Nacional da Conciliação, faz parte da agenda de atividades de todo o Judiciário Brasileiro e conta com o apoio de diversos segmentos sociais.

Nenhum comentário: