CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Gostamos de queijo???????????



VIGILÂNCIA SANITÁRIA APREENDE QUEIJO VENCIDO EM ESTABELECIMENTO COMERCIAL E SEUS MEMBROS SÃO ACUSADOS POR UM EMPRESÁRIO DE CONSUMIREM O PRODUTO APREENDIDO.

Mais uma que aconteceu em Tarauacá

Fui procurado por um empresário no ultimo sábado, quando estava no Clube da Maçonaria preparando a festa do Vermelho e Preto.
O empresário me abordou, pediu desculpas antecipadamente, mas, disse que precisava falar comigo sobre um assunto muito delicado que ele queria levar ao conhecimento da população e pedir providências as autoridades da cidade.
O empresário nos contou que havia recebido uma equipe da vigilância sanitária (órgão administrado pela prefeitura) em seu estabelecimento comercial e que a mesma após averiguação, apreendeu vários produtos que estavam com data de validade vencida. Nada mais justo, segundo o mesmo, se não tivesse acontecido algo surpreendente:
Dois dias depois da apreensão chega um rapaz em seu comércio com uma sacola na mão pedindo um favor:
- o senhor tem máquina de fatiar queijo?
- tenho sim.
- o senhor pode me fazer um favor?
- depende.
- é que eu preciso fatiar esse queijo?
- tudo bem.
- aonde você arrumou esse queijo?
- foi um rapaz da vigilância sanitária que me deu.

A indignação do empresário (que pediu para não ser identificado) foi grande em ver o queijo que foi apreendido em seu comércio, sendo distribuído para amigos do pessoal da vigilância sanitária.
Por isso ele procurou o nosso programa pra exigir providências do prefeito e das demais autoridades.

Pois bem!

Eu, antes de escrever essa matéria fui até a casa de um rapaz conhecido como “Charles da Vigilância” que, supostamente teria doado o queijo, para informar do que estava acontecendo e saber o que ele tinha a dizer sobre o assunto. Ele simplesmente disse que não tinha nada a me dizer.
Essa situação é imoral e coloca sob suspeita um órgão tão importante para a população tarauacaense. Cabe à prefeitura abrir uma sindicância interna e apurar as denuncias e só nos resta apelar para o Ministério Público tomar as providências em defesa do povo.

Nenhum comentário: